Selecione a página

Tentativa de chacina termina com três baleados no Santana

Dois homens e uma adolescente de 15 anos foram baleados e socorridos à Santa Casa em estado grave

José Augusto Chrispim

Numa possível tentativa de chacina três pessoas acabaram baleadas na noite de ontem (3), em um bar abandonado, localizado na esquina da rua Dos Libaneses (rua14) com a avenida São Geraldo, no bairro Santana. A Polícia Militar foi acionada por vizinhos que ouviram os disparos de arma de fogo.

Segundo o tenente PM Lozovoi, uma mulher acionou a PM por volta de 19h20, dizendo que teria ouvido disparos de arma de fogo e que uma moça estaria gritando por socorro.

Várias viaturas da PM se deslocaram ao local dos fatos e testemunhas disseram ter ouvido pelo menos oito tiros e visto uma motocicleta de cor preta com dois indivíduos vestindo roupas pretas saindo em alta velocidade, mas as placas não foram anotadas. “Eu estava em casa quando escutei oito tiros e depois ouvi uma mulher gritando”, relatou à reportagem o motorista Cristiano, de 20 anos.

Socorro

Dois caminhões do Corpo de Bombeiros, além de uma viatura de resgate e duas ambulâncias do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU), participaram do resgate da adolescente de 15 anos que foi baleada nas duas pernas, tendo uma fratura no fêmur, e de Marcos Roberto Duarte, 44 anos, que foi atingido na perna e no abdômen, além de Fabio Augusto dos Santos, de 33 anos, que foi baleado na coxa e na mão. Todas as vítimas foram socorridas para a Santa Casa em estado considerado grave.

Foram encontradas seis cápsulas deflagradas de pistola calibre 380, espalhadas pelo chão. A polícia preservou o local para o trabalho da Polícia Científica que periciou o local e as cápsulas.

Motivação

A motivação do crime pode ter sido uma dívida de drogas. Uma pessoa da família da adolescente atingida pelos disparos contou à polícia que Fabio teria discutido com um homem no último domingo e que ele poderia ser um dos atiradores. A adolescente é namorada de Fabio que mora a poucos metros do local do crime.

Até o fechamento desta edição a polícia ainda não tinha pista dos atiradores. As tentativas de homicídio serão investigadas pela Polícia Civil através da Delegacia de Investigações Gerais (DIG).

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade