Selecione a página

Procurado por homicídio é preso com droga no Jardim Anunciata Barbieri

José Augusto Chrispim

A equipe de Força Tática da Polícia Militar prendeu, no início da noite de ontem (9), Regis Fernando de Andrade, de 35 anos, em um Lava Jato localizado na rua José dos Santos Seves, no bairro Jardim Anunciata Barbieri. Ele era procurado pelo homicídio do jovem Diego dos Santos, de 19 anos, que foi encontrado morto em uma represa próxima do Clube Náutico, às margens da rodovia Antônio Machado Sant’Anna (SP-255), no dia 6 de março deste ano.
Segundo o sargento PM Orlando, a equipe de Força Tática fazia patrulhamento pelo bairro, quando avistou o suspeito próximo ao Lava Jato. Regis tentou fugir e entrou na casa que fica no mesmo terreno do estabelecimento, mas foi abordado pela equipe.
Ele tentou usar o nome de seu irmão, mas os policiais constataram que o suspeito era procurado pela justiça e, nas buscas feitas na casa, foi localizado material para embalagem de drogas e uma caderneta com anotações do tráfico.
Ainda de acordo com o PM, a namorada do acusado de apenas 14 anos e que está grávida de 2 meses, também foi abordada e confessou que Regis escondia uma porção de droga no interior de seu carro, – um VW/Pointer, de cor branca, com placas de Araraquara -, que estava estacionado no local. Os policiais fizeram buscas no veículo e localizaram um envelope contendo aproximadamente 50 gramas de cocaína.
Regis foi conduzido para a Delegacia de Plantão, onde foi indiciado por tráfico de drogas e seria mandado para a cadeia pública de São Carlos.

Relembre o crime
Regis Fernando de Andrade é acusado de participação na morte de Diego dos Santos. O corpo do jovem de 19 anos foi encontrado por volta de 19h horas da quinta-feira, 6 de março, deste ano. Nesse dia, a Polícia Militar foi acionada até o porto de Areia São Dimas, que fica às margens da rodovia Antônio Machado Sant’Anna (SP-255), próximo ao Clube Náutico, onde populares haviam localizado o corpo boiando em uma represa conhecida como Lagoa Azul.
O corpo de Diego foi retirado da represa pela equipe do Corpo de Bombeiros, em avançado estado de decomposição. O jovem estava desaparecido desde o dia 28 de fevereiro. Ele apresentava marcas de perfurações no abdômen.
O outro envolvido no crime já está preso há aproximadamente três meses e, teria dito em julgamento, que Regis teria usado seu carro para levar a vítima até o local do crime. O motivo seria o furto de uma bicicleta.

Últimos Vídeos

Carregando...

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade