Select Page

Polícia Militar de SP testa óculos para identificação de suspeitos

Os óculos foram testados por quatro policiais durante o show da banda U2, no estádio do Morumbi, na quarta-feira (13)A Polícia Militar de São Paulo está testando um novo óculos para ajudar no reconhecimento de suspeitos.A ferramenta tem uma câmera ligada a uma das lentes, que filma a multidão e identifica pessoas através de biometria facial.

A técnica grava o rosto de uma pessoa e compara com o banco de dados de desaparecidos e foragidos da polícia e o cadastro de criminosos. Para fazer a associação, 46.000 pontos da face do suspeito são matematicamente analisados por um programa de computador, que garante índice de acerto de quase 100%. O reconhecimento leva menos de um segundo.

A polícia garante que mesmo que o suspeito esteja de barba, bigode, maquiagem, óculos ou algum outro acessório, a biometria facial ainda pode identificar a pessoa.

A tecnologia é israelense e é usada principalmente para fins militares, como patrulhamento de fronteiras. Os óculos foram testados por quatro policiais durante a entrada do público do show da banda U2, no estádio Cícero Pompeu de Toledo, o Morumbi, na última quarta-feira (14).

A nova medida visa facilitar o trabalho da PM. Ao menos 120.000 suspeitos são procurados em todo o Estado. Com a tecnologia, o policial pode reconhecer um criminoso à distância e fazer uma abordagem mais discreta que o pedido de documentos. Segundo a polícia, o método também garante maior segurança às pessoas próximas do criminoso.

Advertisement

Últimos Vídeos

Loading...

Arquivos