Select Page

Polícia Federal apreende cocaína, cafeína e veículos em Monte Alto



Traficante foi preso e trazido para a Delegacia da PF em Araraquara

Da redação

A Polícia Federal fez uma grande apreensão de droga e utensílios usados para a preparação de cocaína nessa quinta-feira (3), em Monte Alto. Os policiais federais receberam uma denúncia de que haveria um laboratório de drogas em uma residência e uma equipe foi designada para realizar uma vigilância no local.

Por volta do meio-dia os policiais avistaram o morador T.M.G. saindo da residência e fizeram a abordagem. Em seguida, os federais realizaram buscas na residência e encontraram em um cômodo dos fundos do imóvel uma prensa, um saco contendo 19,2kg de cafeína, outro saco menor contendo 850gramas de cocaína, uma panela contendo restos de uma substância de cor branca cujos exames periciais também constataram se tratar de cocaína, além de outros produtos químicos utilizados na preparação de drogas.

O rapaz foi preso e trazido para a Delegacia da Polícia Federal de Araraquara, onde foi ouvido e autuado no artigo 33 (pena de reclusão de 05 a 15 anos) e artigo 34 (pena de reclusão de 03 a 10 anos) da Lei 11.343/2006 (lei de drogas).

Na casa do acusado foram apreendidos ainda quatro veículos, sendo duas motos e dois carros, todos de propriedade dele.

Informação técnica

A PF esclarece que a cafeína é um produto químico cuja comercialização é controlada e fiscalizada pelo Departamento de Polícia Federal, exatamente por ser utilizada no tráfico de drogas ilícitas como “adulterante”, ou seja, é misturada à cocaína antes da venda ao usuário a fim de aumentar o volume da droga e como consequência o lucro dos traficantes – na linguagem popular trata-se do procedimento de “batizar a droga”. No mercado lícito o quilograma da cafeína custa em torno de R$50,00. Já no mercado ilícito do tráfico de drogas o quilograma do fármaco chega a custar R$500,00.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Publicidade

Arquivos