Selecione a página

Polícia Civil apreende carreta com meia tonelada de maconha escondida nos pneus

A Polícia Civil, através da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) em conjunto com a Polícia Militar Rodoviária apreendeu uma carga de 592 tijolos de maconha na madrugada dessa quarta-feira (10), em Araraquara. A droga estava escondida no interior de 9 pneus de uma carreta Volvo com placas de Santos (SP), que estava estacionada no pátio […]

A Polícia Civil, através da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) em conjunto com a Polícia Militar Rodoviária apreendeu uma carga de 592 tijolos de maconha na madrugada dessa quarta-feira (10), em Araraquara. A droga estava escondida no interior de 9 pneus de uma carreta Volvo com placas de Santos (SP), que estava estacionada no pátio de um posto de combustíveis às margens da rodovia Washington Luís (SP-310).
De acordo com o delegado da DIG, Dr. Fernando Bravo, já havia uma investigação sobre uma denúncia que apontava que o caminhão estaria trazendo entre essa terça-feira e ontem uma grande quantidade de entorpecentes vinda do estado do Mato Grosso e que seria distribuída em Araraquara. Além do veículo de carga, a denúncia apontava também um veículo GM/Celta, com placas de São Paulo, que seria o batedor do caminhão. Os policiais ficaram de ‘campana’ durante a madrugada e por volta de 2h, conseguiram localizar o caminhão estacionado no pátio do posto, mas os condutores já haviam saído. “O caminhão foi deixado no posto para posteriormente ser retirado por outra pessoa, porém nós conseguimos deter os dois suspeitos em suas casas localizadas nos bairros Jardim Valle Verde e Selmi Dei”, relatou o delegado para a reportagem do O Imparcial.
Depois que os policiais desconfiaram que a droga estaria no interior dos pneus, o caminhão foi levado para uma borracharia, onde eles foram desmontados e foram localizados os 462 quilos de maconha.
Paulo Roberto da Silva, de 37 anos, e Alessandro Rodrigo da Silva, de 36 anos, que já possuíam passagens criminais por tráfico de drogas, foram presos em suas casas e levados para a DIG, onde confirmaram que a droga vinha de Ponta Porã e seria distribuída em Araraquara. Eles foram indiciados por tráfico e associação ao tráfico de drogas e encaminhados para o Anexo de Detenção Provisória (ADP) de Araraquara.
A droga foi incinerada ainda na tarde dessa quarta-feira (10), em uma usina de açúcar da cidade. O caminhão e o carro que eram de propriedade dos acusados foram apreendidos.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade