Select Page

IPEM-SP autua motoristas com tacógrafos irregulares em Araraquara



Operação identificou problemas em 37,5% dos veículos vistoriados

OIPEM-SP (Instituto de Pesos e Medidas do Estado de São Paulo), autarquia do Governo do Estado que tem como finalidade proteger o consumidor, realizou nessa terça-feira (18), operação defiscalizaçãode cronotacógrafos na rodovia Washington Luís (SP-310), km 273, em Araraquara, com apoio da Polícia Rodoviária.

A ação identificou irregularidades em nove dos 24 veículos fiscalizados (37,5%). Em todos os casos, os problemas encontrados estavam relacionados à falta de verificação dos cronotacógrafos. Os veículos com irregularidades foram autuados e têm o prazo de até 10 dias corridos para apresentar defesa junto ao IPEM-SP. A multa pode variar de R$ 768,00 a R$ 5 mil.

“A fiscalização é fundamental para garantir que a velocidade e o tempo de trabalho registrado no tacógrafo estejam corretos e, como consequência, zelar pela segurança no trânsito. A expectativa é que os motoristas com veículos irregulares e autuados ontem estejam mais atentos à legislação e à sua própria segurança”, afirma Marcos Toledo Piza, delegado regional do IPEM-SP em Araraquara.

Considerado a “caixa preta” de caminhões, ônibus e vans escolares, o cronotacógrafo registra informações do percurso, tais como velocidade desenvolvida pelo veículo, distância percorrida e o tempo de direção sem paradas, além de permitir a elaboração de laudos técnicos em caso de acidentes.

Os fiscais examinam otacógrafosde veículos de transporte com peso bruto acima de 4.536 kg (caminhões de carga em geral ou de produtos perigosos). A ação integra a operação que acontece em todo o Estado para identificar se os instrumentos estão de acordo com a legislação vigente.

No primeiro bimestre deste ano foram fiscalizados 1.886 veículos, sendo 302 (16%) autuados. Em 2013, o IPEM-SP fiscalizou em todo o Estado 10.462 veículos, sendo 16,98% dos condutores autuados por irregularidades. A categoria de veículos escolares, proporcionalmente às demais categorias, foi a que apresentou maior índice de autuação, com 48,91% no período. Em seguida, a categoria de cargas em geral somou 27,09% das autuações; os ônibus foram os terceiros mais autuados, com 24,56%; e os transportes de produtos perigosos, com 2,2% de autuações por irregularidades.

Dentro da lei

Otacógrafoscontém um disco diagrama de papel ou fita que deve ser trocado a cada 24 horas ou a cada sete dias, e que guarda os dados de distância percorrida pelo veículo, limites de velocidade e tempo de direção.Para obter o certificado de verificação, o proprietário do veículo deve passar por duas etapas: lacrar o equipamento em uma oficina autorizada pelo fabricante e credenciada pelo Inmetro e passar por posto de ensaio autorizado para verificar se o instrumento está adequado à legislação.

Os ensaios metrológicos são enviados para que o IPEM-SP faça as análises do relatório e disco de ensaio e, no caso de aprovação, emita o certificado de verificação, válido por dois anos em todo o território nacional.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos