Selecione a página

Duas farmácias são assaltadas em menos de 24 horas no Centro

Assaltos constantes assustam funcionários e clientes de farmácias

José Augusto Chrispim

Em menos de 24 horas duas drogarias foram assaltadas na região central, entre a madrugada e a noite de ontem (25).

No primeiro assalto, uma drogaria localizada na rua Nove de Julho, no Centro, foi invadida por volta de 0h50 da madrugada, por um indivíduo usando um capacete e, que simulando estar armado, foi até o caixa e roubou R$ 383,95 em dinheiro. Em seguida, o ladrão se dirigiu até o balcão onde um casal comprava um medicamento e, fazendo ameaças, obrigou o jornalista Hamilton P. Guimarães, de 50 anos, a lhe entregar seu celular.

A esposa do jornalista, com a ajuda do balconista que escondeu sua bolsa, não teve nenhum pertence roubado na ação. “Ele me pediu a carteira e eu falei pra ele que não tinha, disse pra ele levar o celular. Ele pegou o aparelho e saiu correndo,” contou o jornalista com exclusividade à reportagem de O Imparcial.

Depois do crime, o meliante teria fugido na garupa de uma motocicleta que o esperava na esquina. O sistema de câmeras da drogaria filmou a ação e a gravação será usada pela polícia para tentar identificar o assaltante.

No segundo roubo, por volta de 19h, um ladrão invadiu uma drogaria localizada na esquina da rua Voluntários da Pátria com a avenida José Bonifácio e, depois de render a operadora do caixa, de 17 anos, roubou aproximadamente R$ 500,00 em dinheiro.

Jenifer, de 17 anos, contou com exclusividade à reportagem, que o ladrão entrou e foi direto ao caixa, porém, pediu o dinheiro que estaria guardado em um envelope. “Ele segurou em meu braço e me fez ir até o local onde o envelope estava guardado,” contou ainda bastante abalada a operadora de caixa. Depois de pegar o dinheiro, o meliante fugiu em uma motocicleta em alta velocidade pela avenida José Bonifácio.

Segundo um funcionário da farmácia, o local já foi assaltado três vezes nos últimos seis meses.

Ele também contou que uma viatura da Polícia Militar passou na frente da farmácia um minuto depois do ladrão sair. Ele parou os policiais e os avisou sobre o assalto.

Segundo o sargento PM Aurélio, ele e seu parceiro tentaram seguir o meliante, porém o mesmo conseguiu despistá-los em meio ao trânsito. “Se a gente chegasse um minuto antes, ele estaria preso,” relatou o sargento à reportagem.

Várias viaturas da Polícia Militar fizeram buscas na região central, mas até o fechamento desta edição o ladrão não havia sido preso.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade