Selecione a página

Comoção e honras em enterro de policial morto em serviço

Funeral teve honras militares e grande acompanhamento

José Augusto Chrispim

Foi com grande comoção por parte de familiares e amigos que o corpo do policial militar araraquarense Thiago Anderson Moreira, de 23 anos, foi enterrado na tarde de ontem (4), às 16h30, no Cemitério Parque da Ressurreição.

Um grande número de pessoas entre amigos, familiares e policiais militares, participou do sepultamento de Thiago, que teve honras militares prestadas pelos companheiros de farda.

O comandante do policiamento do interior 9, coronel João Batista de Souza Júnior, falou à reportagem de O imparcial sobre o juramento que os policiais fazem quando ingressam na corporação, que diz que eles devem proteger a sociedade com a própria vida, se necessário, e disse que a perda dos dois policiais foi uma fatalidade, mas uma perda enorme para a Polícia Militar. “O soldado Moreira era um ótimo policial e vai fazer falta ao batalhão,” disse o coronel João Batista à reportagem.

Ocorrência

Thiago morreu depois que a viatura onde ele e mais dois policiais faziam uma perseguição a um carro roubado, perder o controle e capotar vindo a bater em uma árvore, nessa terça-feira (3) na rodovia Valência Calegari, que liga a cidade de Sumaré a Hortolândia, na região de Campinas. A policial militar Rosângela dos Santos também morreu no local.

O terceiro policial envolvido no acidente, o soldado Leandro Furiato, sofreu várias fraturas pelo corpo e teve que ser socorrido pelo helicóptero Águia, da Polícia Militar de Campinas, para o Hospital Estadual de Sumaré onde segue internado sem risco de morte.

Thiago que era casado e tinha uma filha de quatro anos, estava na Polícia Militar havia pouco mais de um ano.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade