Selecione a página

Canil da Polícia Militar completa 66 anos

O Canil Central da Polícia Militar completa hoje 66 anos de serviços à população do Estado de São Paulo. A solenidade de aniversário da unidade, que faz parte do Comando de Choque, aconteceu nesta manhã, na zona norte da Capital, com a presença do secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, que recebeu medalha […]

O Canil Central da Polícia Militar completa hoje 66 anos de serviços à população do Estado de São Paulo. A solenidade de aniversário da unidade, que faz parte do Comando de Choque, aconteceu nesta manhã, na zona norte da Capital, com a presença do secretário da Segurança Pública, Mágino Alves Barbosa Filho, que recebeu medalha em alusão ao cinquentenário da unidade.

“Tenho muito orgulho de receber a medalha. Visitar as unidades especiais da PM é sempre uma grande satisfação”, exaltou Barbosa Filho. “Eu, particularmente, tenho um orgulho extraordinário de liderar a SSP por causa de nossos policiais”.

O canil começou a funcionar em 15 de setembro de 1950, quando o então capitão da Força Pública Djanir Caldas trouxe da Argentina técnicas da cinotecnia, uma ciência que estuda o comportamento dos cães. Os trabalhos começaram com quatro cães da raça Pastor Alemão, também vindos também do país vizinho ao Brasil.

Atualmente, o Canil Central conta com 36 cães treinados de nove raças diferentes, entre elas, pastores alemães e belgas e labradores. A unidade, que é subordinada ao 3º Batalhão de Policiamento de Choque (BPChq), conta com cerca de 120 agentes e 20 viaturas. Ao todo, são quase 300 cães treinados distribuídos por todo o Estado.

Para ingressar na unidade, os animais passam por testes comportamentais, morfológicos e genéticos. Os cães selecionados são treinados por cerca de um ano a um ano e meio, em média. Eles trabalham até os oito anos e, após a aposentadoria, são encaminhados para adoção. Nesse processo, tem prioridade o PM que trabalhou por mais tempo com o cão.

“Essa união, policial militar e cão, é parte da história da PM. São tantos casos, desde o resgate do menino Eduardinho [ver abaixo], como apreensões de drogas, prisão e apreensão de infratores, entre outros. O Estado de São Paulo tem motivos de sobra para ter orgulho do Canil e de toda Polícia Militar”, afirmou o secretário.

A Polícia Militar conta com 23 canis setoriais espalhados pelo Estado, além da unidade central paulistana. Apenas na Região Metropolitana de São Paulo, há três unidades: em Osasco, Franco da Rocha e Suzano. O 1º Grupamento de Bombeiros (GB), sediado no Cambuci, no Centro de São Paulo, também conta com um canil.

As demais 19 unidades ficam no interior paulista: em Araçatuba, Araraquara, Assis, Barretos, Bauru, Campinas, Jaú, Marília, Panorama, Piracicaba, Presidente Prudente, Ribeirão Preto, Rio Claro, Santos, São José do Rio Preto, Sertãozinho, Sorocaba, Tatuí e Taubaté.

Produtividade

O Canil participou da vistoria 1.138 veículos no primeiro semestre deste ano e 23 pessoas foram presas, na Capital. Em 121 situações de abordagem policial, a participação dos cães foi necessária. Ao todo, 9,4 quilos de crack, cocaína e maconha foram apreendidos pela unidade.

Na sexta-feira passada (10), um dos cães de São José dos Campos, Eike, ajudou policiais do 3º Batalhão de Ações Especiais de Polícia (Baep) a encontrar no bagageiro de um ônibus uma mala com 10 tijolos de maconha. Um homem foi preso.

Caso Eduardinho

Em meados da década de 1950, o trabalho do canil ganhou repercussão com o resgate do menino Eduardo Jaime Benevides, na época com três anos e meio, na Serra da Cantareira. “Eduardinho”, como ficou conhecido, havia sido sequestrado perto de sua casa e cerca de 100 policiais participaram das investigações.

Contudo, ao lado do soldado Muniz de Sousa, foi o cão Dick quem encontrou a criança, em meio à floresta, chorando, dentro de um buraco de um metro e meio de profundidade. O canil, que estava para ser fechado, ganhou destaque em todo o Estado. Dick recebeu do governo uma coleira de prata e ficou conhecido como um herói.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade