Selecione a página

Cadeia de Rincão será fechada amanhã

CT de São Carlos atenderá uma população de 1 milhão de habitantes de 25 municípios

A cadeia de Rincão já não comportava mais tantos presosA Carceragem de Rincão deixa de existir a partir das 0h de terça-feira (1) e todos os presos de 18 cidades da região da Delegacia Seccional de Araraquara passam a ser enviados para São Carlos. O fechamento da Carceragem de Rincão foi uma determinação da juíza Maria Cecília Faulin dos Santos Reschini, da 1ª Vara Criminal de Américo Brasiliense, que em outubro de 2010 pediu o fechamento do local indicando a falta de segurança, as más condições para abrigar presos e a falta de funcionários.

A partir de agora o Centro de Triagem de São Carlos, que hoje abriga uma média de 18 presos /dia, deverá abrigar em média 34 detentos/dia, parte dos quais serão encaminhados para a Penitenciárias I e II de Itirapina, Araraquara e de Serra Azul (especializada em presos com crimes contra os costumes – violência sexual).

O Centro de Triagem de São Carlos começará a receber os presos flagranciados e os presos com mandados de prisão Cível da região da Delegacia de Seccional de Araraquara que comporta outras 18 cidades da macro-região. Com isto, o CT deverá atender uma população de aproximadamente 1 milhão de habitantes compreendido em 25 municípios.

A partir das 6h de segundafeira (28), o Centro de Triagem (CT) terá a incumbência de abrigar os presos de São Carlos, Ribeirão Bonito, Dourado Ibaté, Descalvado, Porto Ferreira e Santa Rita do Passa Quatro (área da seccional de Polícia Civil local). Também no mesmo dia e horário, o Centro de Triagem passa a receber viaturas da Polícia Civil com presos das cidades de Araraquara, Matão, Rincão, Américo Brasilense, Boa Esperança do Sul, Ibitinga, Taquaritinga, Itápolis, Tabatinga, Santa Ernestina, Nova Europa, Borborema, Dobrada, Gavião Peixoto, Motuca, Trabiju, Fernando Prestes e Cândido Rodrigues (todas na área de cobertura da Delegacia seccional de Araraquara), formando uma macro-região com 25 cidades.

Todas as cadeias femininas e masculinas, carceragens, além dos Centros de Triagens são de total responsabilidade da Secretaria de Segurança Pública (SSP). Já o Centro de Detenção Provisória (CDP), Centro de Ressocilização (CRs) e as Penitenciárias são de competência da Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade