Selecione a página

Araraquarense realiza intervenção sobre prevenção às drogas no CR de Avaré

Participaram da intervenção seletiva de prevenção 205 presos da unidade prisional

Araraquarense realiza intervenção sobre prevenção às drogas no CR de Avaré

Na última quarta feira (21), foi realizada no Centro de Ressocialização ‘Dr. Mauro de Macedo’, no município de Avaré, uma intervenção seletiva sobre prevenção ao uso nocivo de drogas. A atividade contou com a participação de todos os 205 detentos da unidade e foi ministrada pelo professor especialista em dependência química, Márcio Servino, que exerce atualmente a função de Conselheiro Tutelar. A intervenção fez parte da programação da Semana de Cidadania e Empregabilidade, organizada pela Secretaria de Administração Penitenciária (SAP).

De acordo com Márcio, na oportunidade, todos os reeducandos da unidade privados de sua liberdade por diversos tipos de crimes, tiveram a oportunidade especial de receberem informações específicas sobre prevenção, por tratar-se de um público seleto, de idades e perfis variados, a maioria com histórico de uso e tráfico de drogas lícitas e ilícitas em comum. O especialista afirma ter utilizado de didática e técnicas especiais, além de linguagem popular para uma boa compreensão de todos e, principalmente, para que compreendam os malefícios e as consequências do uso de drogas, em especial a bebida alcóolica no organismo e também na vida social e familiar, de modo que o participante pudesse fazer sua reflexão quanto às informações apresentadas e até mesmo reduzir os danos e as consequências do uso no período em que se encontram reclusos, como no caso do uso do tabaco, droga esta lícita e permitida dentro da unidade. Não deixou também de citar os danos do suposto uso, após seu retorno à sociedade.

Os participantes interagiram com o especialista, fazendo perguntas e participando de dinâmicas. Servino falou também sobre a figura paterna e importância dela na vida dos filhos (as) dos detentos, que não deixam de ser pais e responsáveis por seus filhos, durante o período que estão presos.

A unidade prisional de Avaré é dirigida pelo Dr. Flavio Theodoro Reis, que o convidou pelo segundo ano consecutivo para participar da jornada, sendo a sétima unidade do estado, de São Paulo, onde Servino realiza este tipo de trabalho de forma voluntária há mais de 7 anos. Projeto este

seu denominado Legal é Prevenir, o qual tem por princípio gerar informações para todas as pessoas, estejam onde estiverem, e poder assim fazer prevenção de forma técnica, baseado em evidências para toda a população. Segundo ele, o projeto acontece dentro das unidades prisionais de Araraquara, graças ao apoio e confiança dos diretores Dr. Rodrigo Redivo, da Penitencia local e do Dr. Tuca Serraglio do Centro de Ressocialização masculino, os primeiros a inserirem o mesmo nas unidades prisionais da cidade, onde já foram atingidas mais de 10 mil pessoas diretamente e indiretamente.

“A proposta é de que num breve futuro, em parceria com a SAP, mais unidades prisionais possam ser contempladas com o projeto para que mais pessoas possam participar e, assim, gerar humanização e informação de um assunto importante, delicado e emblemático que é o da prevenção ao uso nocivo de drogas, dentro de todas as unidades prisionais de todo o país”, finalizou.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade