Select Page

ALL conscientiza mais de 200 motoristas em operação na Via Expressa



Mais de duzentos motoristas foram conscientizados  

A ALL – América Latina Logística – empresa que administra a ferrovia na região – promoveu uma campanha de segurança na passagem de nível (PN) da Via Expressa, nessa sexta-feira (13). Mais de 200 pessoas receberam orientações sobre os cuidados necessários para transpor a linha férrea.
Com apoio da Polícia Militar de Araraquara, a ação teve como objetivo orientar motoristas e pedestres para minimizar o risco de acidentes nos cruzamentos onde há circulação ferroviária. As campanhas de conscientização em PNs são promovidas pela companhia há nove anos e já atingiram mais de um milhão de pessoas.
A ação aconteceu simultaneamente em 15 municípios nos seis estados onde a ALL atua. Em São Paulo, receberam a iniciativa as cidades de Americana, Ourinhos, Bauru, Guarujá, Araraquara, São Carlos e São José do Rio Preto. No Paraná, a campanha envolveu Curitiba, Pinhais, Maringá, Ponta Grossa e Paranaguá. No Rio Grande do Sul abrangeu Canoas e Cruz Alta. No Mato Grosso foram realizadas campanhas em Alto Taquari e no Mato Grosso do Sul,em Campo Grande.
“Promovemos a campanha durante o inverno por ser o período de maior risco de acidentes, devido à incidência de neblina e carros com vidros fechados e embaçados, com poucas condições de visibilidade”, revela Patrícia Cobra, do Instituto ALL, que lidera a campanha.
Lei de Trânsito- De acordo com o Código Nacional de Trânsito, a linha férrea é sempre preferencial e transpô-la sem parar é infração gravíssima, sujeita a perda de sete pontos na carteira e com multa de 175,84 UFIRs (R$ 186,39). Diferentemente dos demais veículos, o trem precisa de mais de 500 metros para parar totalmente, mesmo após o maquinista acionar os

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos