Select Page

Acusado de assassinato de professor é condenado a 26 anos de prisão



Crime aconteceu em novembro de 2017, depois de uma briga entre vizinhos no Jardim Nova Época

Acusado de assassinato de professor  é condenado a 26 anos de prisão

O ex-escrevente da 5ª Vara Civil do Fórum de Araraquara, Adail de Felipe Júnior, de 52 anos, foi condenado a 26 anos e 10 meses de prisão pelo homicídio do professor Jason Furst, de 48 anos. O julgamento realizado nessa terça-feira (14), no Fórum local, durou quase 10 horas.

Jason, que era professor do SENAI, foi assassinado no dia 18 de novembro do ano passado, na frente de sua casa localizada no Jardim Nova Época. A vítima e o réu confesso que era seu vizinho, já tinham se desentendido várias vezes por motivos banais.

O crime

O professor já havia tido uma desavença com o vizinho há cerca de um ano antes do crime e, desde então, ambos não mantinham um bom relacionamento. Na noite do homicídio, o acusado Adail de Felipe Júnior, teria apontado uma arma de fogo para o sobrinho de Furst, que tentou intervir e acabou sendo alvejado várias vezes.

Adail fugiu em seguida em uma motocicleta, mas foi cercado por equipes da Polícia Militar e acabou sendo detido ainda com o revólver calibre 32, usado no crime. Ele já está preso desde o dia do crime.

Jason foi socorrido pela equipe da Unidade do Suporte Avançado do SAMU e encaminhado ao Hospital São Paulo, onde teve várias paradas cardiorrespiratórias e acabou falecendo.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos