Select Page

7 pessoas são denunciadas pelo MPF por desviar 42 milhões de maços de cigarros

7 pessoas são denunciadas pelo MPF por desviar 42 milhões de maços de cigarros

O Ministério Público Federal (MPF) denunciou sete pessoas acusadas de desviarem 42 milhões de maços de cigarros contrabandeados do Paraguai que estavam apreendidos no galpão da Receita Federal, em Araraquara. Os desvios aconteceram entre os anos de 2013 e 2017.

Em uma operação conjunta entre o MPF e a Polícia Federal denominada Gestas II, o esquema criminoso foi desmantelado em 14 de junho deste ano. Os acusados trabalhavam em três empresas que prestavam serviços à Receita Federal. Elas administravam o barracão onde são armazenadas as mercadorias apreendidas. Eles devem responder pelos crimes de peculato e participação em organização criminosa.

Prejuízo

O Ministério Público estima que a quadrilha tenha desviado R$ 124,5 milhões em mercadorias nos últimos cinco anos.

De acordo com a investigação que durou 10 meses, os cigarros eram desviados quase diariamente em caminhões identificados como coletores de resíduos, que entravam vazios e saíam carregados do pátio sem passarem por vistoria. As mercadorias eram distribuídas nos estados de São Paulo, Rio de Janeiro, Pernambuco e Espírito Santo.

Segundo a PF, a denúncia é baseada em provas colhidas a partir de autorizações judiciais para apreensão de documentos, interceptações telefônicas e quebra do sigilo bancário dos envolvidos, além de informações obtidas por meio de um acordo de colaboração premiada firmada por um dos integrantes do grupo com os investigadores.

Advertisement

Últimos Vídeos

Loading...

Arquivos