Selecione a página

Região de São Carlos e Araraquara bate recorde de novos exportadores em 2016

PerfilO estudo também revelou que quase todas essas empresas que ingressaram no mercado internacional realizaram remessas de até US$ 1 milhão: 93,6% das brasileiras (4.537) e 95,4% das paulistas, que representaram 42,3% (2.010) do total das exportações nesse valor dentro do País.“O quadro reflete um dos ensinamentos que procuramos passar às empresas, que é o […]

O ano de 2016 foi marcado por uma intensificação nas ações de apoio às exportações pelo Governo do Estado de São Paulo, o que resultou em um aumento de 126,1% na quantidade de empresas paulistas que enviaram seus produtos ao exterior pela primeira vez com relação ao ano anterior. Foram 2.010 empreendimentos estreantes no mercado internacional contra apenas 889 em 2015.
A Região Administrativa Central apresentou índice de aumento ainda melhor. 41 novas empresas ingressaram no mercado internacional em 2016, representando um crescimento de 273% no período de um ano.
Destacam-se as cidades de São Carlos, Araraquara e Matão, que, em 2016, ganharam respectivamente 16, 9 e 7 novos exportadores. A região fechou o ano com um total de 215 exportadores registrados, entre aqueles que já atuavam no mercado externo e aqueles que começaram em 2016.
Os dados fazem parte de um estudo elaborado pela Investe São Paulo, a agência de promoção de investimentos e competitividade ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação do Estado de São Paulo (Sdecti), com base em informações disponíveis no Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio (MDIC).
“Nós já tínhamos a ideia de estender nosso escopo de serviços de incentivo à competitividade com atendimento de empresas que querem internacionalizar-se e a disseminação da cultura exportadora. Nossas projeções apontavam para uma desvalorização do câmbio e de uma desaceleração do consumo interno. A quantidade de empresas que passaram a exportar confirma que lançamos o programa na hora certa”, afirma o diretor da Investe SP, Sérgio Costa, referindo-se ao SP Export.
Realizado por meio de convênio com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil) firmado já em 2015, o SP Export envolve todo um conjunto de ações para ajudar a aumentar o número de exportações no Estado de São Paulo, com foco principalmente nas pequenas e médias empresas.
Foram realizados em 2016, por exemplo, três edições do Poupatempo do Exportador, que somaram mais de 200 atendimentos in loco a empresas das regiões de Sorocaba, Ribeirão Preto e Franca; a inclusão de 90 empresas no Projeto de Extensão Industrial Exportadora (Peiex); 16 palestras e workshops que registraram mais de 2.400 presenças; e duas missões comerciais ao exterior envolvendo os países Peru, Colômbia e Argentina, com a participação de mais de 200 empresários.

Perfil
O estudo também revelou que quase todas essas empresas que ingressaram no mercado internacional realizaram remessas de até US$ 1 milhão: 93,6% das brasileiras (4.537) e 95,4% das paulistas, que representaram 42,3% (2.010) do total das exportações nesse valor dentro do País.
“O quadro reflete um dos ensinamentos que procuramos passar às empresas, que é o fato de que é sempre interessante começar a exportar aos poucos. Nossa expectativa, inclusive, é que o ano de 2017 feche com um número mais expressivo de empresas que fizeram remessas maiores, tendo debutado em 2017”, explica Costa.
O número total de empresas exportadoras também aumentou consideravelmente em 2016, alcançando a maior variação percentual já atingida desde 2001. Foram 11.048 empresas exportadoras registradas em 2016 contra 10.289 em 2015, ou seja, 7,3% a mais.
As cidades de São Carlos, Araraquara e Matão também apresentaram a mesma tendência em 2016. Em São Carlos, foi registrado um total de 87 empresas exportadoras no ano, o que representa um aumento de 12% com relação a 2015; em Araraquara, 45 empresas exportadoras, revelando um crescimento de 9%; e 28 empresas exportadoras em Matão, o que demostra uma expansão de 27%.
“O aumento refletiu diretamente no total registrado para o Brasil como um todo, já que 74% das empresas que exportam são paulistas. Isso mostra o acerto da política do Governo do Estado em incentivar ainda mais as exportações”, disse o secretário de Desenvolvimento Econômico, Ciência, Tecnologia e Inovação, o vice-governador Márcio França.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade