Selecione a página

Operação da Polícia Civil recupera cargas furtadas de trens em várias regiões do estado

Da redação A Polícia Civil deflagrou, na madrugada dessa quarta-feira (7), uma operação para cumprir mandados de prisão e busca e apreensão em cidades das regiões de Campinas e Piracicaba. Quatro pessoas foram presas em flagrante e 23 procurados foram capturados. Diversos objetos furtados de trens foram recuperados. Durante a operação foram empregados 120 policiais […]

Chamada de ‘Trem bala’, ação coordenada por equipes de Cordeirópolis prendeu 27 suspeitos em seis cidades


Da redação

A Polícia Civil deflagrou, na madrugada dessa quarta-feira (7), uma operação para cumprir mandados de prisão e busca e apreensão em cidades das regiões de Campinas e Piracicaba. Quatro pessoas foram presas em flagrante e 23 procurados foram capturados. Diversos objetos furtados de trens foram recuperados.

Segundo a Polícia Civil, após investigações, agentes da Delegacia de Cordeirópolis e da Delegacia de Investigações Gerais (DIG) de Limeira, com apoio de policiais da sede do Departamento de Polícia Judiciária do Interior (Deinter) 9, realizaram diligências nas cidades de Campinas, Cordeirópolis, Santa Gertrudes, Rio Claro e Pradópolis, para cumprimentos das ordens judiciais. Os trabalhos da investigação, batizada de “Trem bala”, começaram há oito meses.

Durante a operação foram empregados 120 policiais civis de todas as delegacias das seccionais da área para o cumprimento de 30 mandados de prisão preventiva e 28 mandamos de busca e apreensão, resultando na captura de 23 procurados da Justiça e quatro prisões em flagrante – duas por receptações, outra por furto e a última por posse de munições de calibre restrito.

Durante a atuação, também foi apreendida uma pequena quantidade de maconha, além de mais de 300 sacos com produtos furtados, alguns galões com combustível e diversos celulares.

Segundo a polícia, sete suspeitos de fazer parte da quadrilha que atua na malha ferroviária ainda estão foragidos. Os investigadores descobriram que o grupo é estruturado e que comete roubos, furtos, descarrilamento de trens e homicídio. Um segurança da rede ferroviária foi assassinado e outro levou um tiro no braço em confronto com os acusados.

Durante os trabalhos de investigação, foram registradas imagens da ação dos criminosos, escutas telefônicas e flagrantes com prisões que ajudaram na identificação da quadrilha. A polícia descobriu que os suspeitos pulavam de pontes para acessar a parte de cima dos vagões dos trens e conseguiam saquear as cargas de grãos e outros produtos transportados.

Em um dos roubos, o alvo foi um vagão frigorífico, onde a empresa proprietária da carga teve um prejuízo de R$ 1 milhão. A polícia investiga se os produtos podem ter sido vendidos para comerciantes da região e donos de propriedades rurais que adquirem as mercadorias e também óleo diesel furtados das composições para utilizarem em máquinas agrícolas.

Todos os detidos foram levados para Delegacia de Cordeirópolis, onde foram indiciados por organização e associação criminosa, furtos, roubos, receptação, homicídio, perigo de desastre ferroviário, atentado contra a segurança de outro meio de transporte e dano.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade