Select Page

Morre Zé Bettio, um dos grandes nomes do rádio brasileiro

Morre Zé Bettio, um dos grandes  nomes do rádio brasileiro

O radialista Zé Béttio morreu, aos 92 anos, na última segunda-feira (27). Ele morreu durante a madrugada, enquanto dormia em sua casa no bairro Horto Florestal, na zona norte de São Paulo.
O corpo de Zé Béttio foi sepultado no Cemitério do Horto Florestal. De acordo com o filho do radialista, Homero Béttio, a família atendeu ao pedido da mulher para que o marido fosse enterrado com total discrição, sem a participação da imprensa.

Trajetória profissional
Zé Béttio iniciou a carreira artística como sanfoneiro e montou o trio Sertanejos Alegres, se apresentando no interior de São Paulo e Paraná. Mais tarde formou o grupo Zé Béttio e seu Conjunto, que se apresentava em concursos de rádios, a grande vitrine artística da época.
Zé Béttio se tornou locutor por acaso, quando estava na rádio Difusora de Guarulhos e assumiu o microfone para ler um anúncio publicitário, já que o titular tinha faltado. Agradou tanto, com seu jeito simples e coloquial, que foi contratado. Tempos depois foi para a Rádio Cometa e tornou-se muito conhecido em São Paulo.
Além da conversa cativante com os ouvintes, as músicas sertanejas de raiz tocadas no programa eram um sucesso de público. Zé Béttio lançou nomes importantes da música, como Milionário e José Rico.
Ficaram eternizados seus bordões “acorda, joga água nele”, “gordo, ô gordo”, logo na abertura do programa às 5h. Zé Béttio conquistou enorme popularidade na Rádio Record e também na passagem pela Rádio Capital.
Zé Béttio se aposentou em 2009 encerrando a carreira na Rádio Record, em 2009, aos 81 anos de idade.
Em 2016, Zé Béttio sofreu um AVC e, segundo o filho Homero, se recuperou bem do acidente vascular cerebral levando uma vida com algumas limitações, porém mais reclusa.

Últimos Vídeos

Loading...

Arquivos