Selecione a página

Fernando Henrique Cardoso presta solidariedade a Lula; Edinho emite nota de pesar

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso visitou na tarde dessa quinta-feira o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no hospital Sírio-Libanês, em São Paulo, onde estava internada dona Marisa. O encontro foi registrado pela assessoria de Lula e divulgado no perfil dele em uma rede social.
FHC estava acompanhado do ex-ministro da Justiça José Gregori. No momento da visita, Lula também recebia o apoio do ex-ministro Celso Amorim.
Durante todo o dia, amigos da família chegaram, aos poucos, ao local. Os senadores Humberto Costa, Gleisi Hoffmann e Lindbergh Farias entraram pela portaria do Sírio-Libanês no início da tarde, mas não quiseram dar declarações. Um grupo de cerca de dez militantes do PT se reuniu na porta do hospital aguardando informações sobre a ex-primeira-dama.
A família de Lula autorizou a doação de órgãos de Dona Marisa. Uma mensagem publicada na página do ex-presidente Lula no Facebook na manhã dessa quinta-feira agradece pelas manifestações de carinho recebidas pela família nos últimos dez dias e informa que já foi autorizada a doação. A ex-primeira dama estava internada há dez dias, após sofrer um acidente vascular cerebral.
A mensagem foi publicada depois do último boletim emitido pelo hospital, divulgado às 10h25 de ontem. “Na manhã de hoje foi realizado dopler transcraniano, sendo identificada ausência de fluxo cerebral”, informa a nota do Sírio-Libanês. Em seguida, o boletim confirma que, “diante do resultado, com autorização da família, foram iniciados os procedimentos para doação de órgãos”.
O corpo da ex-primeira-dama Marisa Letícia Lula da Silva, de 66 anos, que teve morte cerebral declarada na manhã de ontem (2), será velado no Sindicato dos Metalúrgicos do ABC, em São Bernardo do Campo, na Grande São Paulo. Ainda não se sabe qual o horário de início da cerimônia.

Siga em paz, Dona Marisa

Com profunda dor e tristeza que recebi, há pouco, a notícia do falecimento de Dona Marisa Letícia. Uma mulher forte e aguerrida que, sem dúvida, foi o esteio na vida do presidente Lula e protagonista de iniciativas importantíssimas na construção de um Brasil mais justo e humano.
Tive a imensa honra de conhecer Dona Marisa e, por muitas vezes, militar ao seu lado na luta por um país mais igualitário. Sempre tive respeito pela sua postura coerente, de pacificação e de franco diálogo.
Sua presença foi e sempre será marcante e determinante na vida de todos nós que sonhamos com a construção de um Brasil que combatesse a fome, a exclusão e a desigualdade. Um país onde prevalecesse a democracia.
Hoje, não perdemos apenas uma ex-primeira-dama, mas uma mulher que foi símbolo de resistência e de uma época. Fica aqui toda a minha solidariedade ao presidente Lula e sua família.
Siga em paz, Dona Marisa. Toda sua luta não foi em vão e a história há de registrar isso. Os sonhos permanecem.
Prefeito Edinho

Últimos Vídeos

Carregando...

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade