Selecione a página

Concurso Miss Plus Size acontece neste sábado

Ariane Padovani O Melusa Clube será palco, neste sábado (22), da 1ª edição do Miss Plus Size Região Central SP 2019. O evento, que é uma realização da ONG Projeto Meu Guri e tem a coordenação da Corina Personal Promoter, contará com a participação de 19 candidatas de Araraquara, Matão, Guatapará, Rio Claro, Guariba, Taquaritinga, […]

Concurso Miss Plus Size acontece neste sábado

Ariane Padovani

O Melusa Clube será palco, neste sábado (22), da 1ª edição do Miss Plus Size Região Central SP 2019. O evento, que é uma realização da ONG Projeto Meu Guri e tem a coordenação da Corina Personal Promoter, contará com a participação de 19 candidatas de Araraquara, Matão, Guatapará, Rio Claro, Guariba, Taquaritinga, Pitangueiras, Ibaté e São Carlos, de idades entre 19 e 45 anos. As de idade acima de 35 anos concorrerão na categoria sênior.

O projeto, escrito por Regina da Silva Oliveira, gestora de projetos da Prefeitura Municipal, foi intitulado ‘Mulheres além de divas’. De acordo com Corina Viana, promoter do Miss Araraquara Oficial, Coordenadora da ONG Projeto Meu Guri e do Miss Plus Size, o segmento de Plus Size tem crescido muito, mas o foco do concurso vai além de fortalecer essa questão de encontrar produtos específicos para esse público, e sim trabalhar a autoestima de mulheres que sofrem muito preconceito. “Infelizmente nós vivemos em uma sociedade que dita conceitos e regras. Você só tem valor se estiver dentro de um padrão. Esse é um momento de começarmos a sair da casinha e dizer “eu me amo”. Encontramos muitas mulheres doentes por conta de tanto preconceito”, afirmou Corina.

A promoter disse também que tinha muita vontade de realizar esse projeto, porque, além de proporcionar oportunidades, ela estará contribuindo com vidas. “Quando você realiza algum projeto no qual as pessoas podem participar e se sentir feliz, independente do resultado, não tem dinheiro que pague. Eu estou muito feliz, pois são mulheres de diversos segmentos profissionais, que vão servir de exemplo para muitas outras que precisam superar tudo o que passaram de preconceito, até mesmo dentro do convívio familiar”, explicou Corina.

“Uma pessoa não se define por um corpo, vai muito além disso”

Corina acredita que um concurso que não tem o padrão de beleza ditado pela sociedade e pela mídia pode desconstruir a ideia de valorização de pessoas. “Eu quero que esse concurso sirva de referência a outras jovens que vêm participando de concursos. Eu sempre digo a elas que beleza é importante, mas não é fundamental. Fundamental é você poder trabalhar vidas, ser exemplo para alguém, é mostrar para outras pessoas que você pode estar onde quiser, pode fazer o que quiser desde que você se dê ao respeito”, enfatizou a coordenadora.

A promoter falou ainda da dificuldade de organizar um evento deste porte, pois as candidatas não estão apenas atrás de faixa e coroa, mas de oportunidade. “São 19 participantes. Cada uma delas vem com uma história. Embora alguns relatos sejam parecidos, é o mesmo processo. Todas elas serão referências a muitas outras que têm vontade de participar, mas estão tão destruídas emocionalmente que não tem forças. Tem muitas candidatas que se inscreveram, mas não conseguiram ir adiante, por conta do emocional”, ressaltou Corina.

As candidatas que se inscreveram não passaram por uma seleção, pois Corina acredita que isso não proporcionaria oportunidade. “Um concurso tem um corpo de júri, e tem requisitos, então quem tem que avaliar esses requisitos é a bancada”, destacou.

Atendimento psicológico

Após o concurso, as candidatas poderão participar de encontros que serão realizados na ONG Projeto Meu Guri para trabalharem a questão emocional. “A ONG hoje tem duas psicólogas, a Dra. Carina Nasser e a Dra. Margarete Vasques, que dão atendimento gratuito. É muito importante que as mulheres entendam que não estão sozinhas, pois na vida vamos sempre encontrar pessoas dispostas a nos colocar para baixo. Eu quero, através do meu trabalho, contribuir com quem precisa. E o Miss Plus Size é uma forma de contribuir, espalhando amor”, finalizou Corina.

O evento, que tem início às 20h, também contará com exposição de patrocinadores de vários segmentos. Os convites estão sendo vendidos a R$ 25,00 na loja Maria’s Moda Plus, que fica na Rua São Bento, nº 2579, no Santa Angelina. Quem quiser pode contribuir também com a doação de uma lata de leite ou leite de saquinho, que será repassado à ONG Chá de Vida, que assiste mulheres em tratamento contra o câncer.

O Melusa Clube fica na Rua Arcângelo Nigro, 355, Centro.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade