Selecione a página

Alunas do Senac revitalizam ambientes do Centro de Referência da Mulher

Projeto chamado ‘Dona de Mim’ foi apresentado no curso de Design de Interiores por nove estudantes

Alunas do Senac revitalizam ambientes do Centro de Referência da Mulher

Nove alunas do curso técnico de Design de Interiores do Senac Araraquara apresentaram um projeto de revitalização de ambientes do Centro de Referência da Mulher “Heleieth Saffiotti”, intitulado “Dona de Mim”, com objetivo de tornar o local mais acolhedor. A inauguração dos novos espaços ocorreu no sábado (14).

As estudantes fizeram do projeto integrador (necessário para o término do curso) um projeto de cunho social com participação de mais de 30 empresas apoiadoras. O Centro de Referência da Mulher (CRM) foi escolhido para o trabalho devido à situação sensível das mulheres que procuram a unidade.

A remodelação do espaço teve idealização das alunas Alanna Cordeiro, Carolina D’Errico, Daiane Souza, Daniely Melo, Drieli Pereira, Edina Souza, Naiara Lara, Micheli Marchezin e Rose Izidoro.

“Essa inauguração tem um significado especial. Essas alunas procuraram a Prefeitura com uma sensibilidade que não é normal. E um espaço mais acolhedor ajuda a quebrar a resistência das mulheres que ainda não procuraram o Centro de Referência da Mulher mesmo sendo vítimas de violência. Com gestos simples, as alunas transformaram esse espaço”, disse o prefeito Edinho.

Edinho ainda lembrou que 1.280 boletins de ocorrência foram feitos por mulheres vítimas de violência em Araraquara somente neste ano, o que mostra que o Centro de Referência é fundamental. “É inegável que a cidade precisa de políticas públicas. Essa é uma luta cotidiana e cultural. Em uma sociedade igualitária, todos devem ter os mesmos direitos”, complementou.

A secretária de Planejamento e Participação Popular, Amanda Vizoná, relembrou um pouco da história do CRM e agradeceu às alunas. “As mulheres nunca tiveram um espaço bem localizado e amplo como este. Mas faltava essa decoração. Ficou maravilhoso. Hoje temos, de fato, um espaço acolhedor”, elogiou.

Para a coordenadora de Políticas Públicas para as Mulheres e coordenadora do Centro de Referência da Mulher, Rita de Cássia Ferreira, as alunas tiveram grande sensibilidade. “Esse período em que elas estiveram aqui foi maravilhoso. Nosso espaço ficou mais acolhedor, ganhou mais vida para receber as mulheres. Que a gente possa atender as mulheres com mais qualidade e extirpar o machismo e o racismo”, analisou.

A deputada estadual Márcia Lia (PT) também parabenizou as estudantes. “Vocês são muito especiais e conseguiram enxergar a importância do Centro de Referência da Mulher, tornando-o mais confortável e acolhedor”, destacou.

O coordenador do curso de Design de Interiores do Senac, Diego Leme de Oliveira, agradeceu à Prefeitura pela parceria e ressaltou o papel social do projeto “Dona de Mim”. “Foi um grande aprendizado extracurricular e que fez as alunas pensarem no terceiro setor, no setor público. Agradeço a todos os envolvidos”, disse.

Algumas das alunas também usaram a palavra para contar detalhes do projeto. “Nós vimos a necessidade de revitalização desse espaço que dá apoio às mulheres. Era um ambiente um pouco sem vida”, afirmou Naiara Lara. “Design de interiores não é só estética e decoração. Tem todo um estudo por trás. É acolhimento, é humanização”, resumiu Daniely Melo.

Mudanças
As alunas identificaram que os mobiliários dispostos no Centro de Referência da Mulher não eram adequados. Alguns eram cedidos de outras instituições e outros eram desgastados. Uma das estudantes conhecia o local e apresentou essa possibilidade de revitalização no curso do Senac.

As estudantes visitaram o CRM e realizaram levantamento métrico para gerar o desenho e o projeto em 3D. Estudaram as cores, objetos e texturas, assim como a identidade do local, a história da professora doutora Heleieth Saffioti e fizeram uma visita à Chácara Sapucaia, que foi de propriedade da família Saffioti.

A nova decoração contou com materiais reciclados e reaproveitados, como pneus, baldes, copos, embalagens e moldes de papelão, transformando os ambientes em locais ecologicamente corretos, socialmente justos e culturalmente diversos.

Situado na Avenida Espanha, nº 536, no Centro (ponto acessível e acolhedor), o Centro de Referência da Mulher funciona de segunda a sexta-feira, das 7h às 16h30, e conta com acolhimento e atendimento terapêutico e psicológico com prioridade das mulheres vítimas de violência, faz encaminhamentos para a Casa Abrigo e organiza palestras e campanhas de conscientização.

 

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade