Selecione a página

38 escolas da capital já utilizam livro digital de Matemática

38 escolas da capital já utilizam livro digital de Matemática

Em dezembro do ano passado, a Educação anunciou o início da migração do papel para o digital em um projeto piloto na capital paulista. O trabalho começou a ser implementado, em fevereiro de 2018, nos 1º anos do Ensino Médio de 38 escolas da Diretoria Norte 2. Desde então, cerca de 98% dos professores de Matemática foram orientados, técnica e pedagogicamente pela equipe que coordena a iniciativa e os gestores de todas as unidades foram chamados a atuarem como facilitadores das ações.

O acesso ao Caderno Digital ocorre de formas distintas, pela Secretaria Escolar Digital e pelo aplicativo baixado no celular com sistema operacional AndroidiOS e tablets, permitindo seu uso em modo online e offline. Importante: como trata-se de um piloto, os estudantes também estão utilizando o Caderno do Aluno impresso em papel. A expectativa é de expansão pelo Estado após análise dessa primeira experiência que já traz bons resultados, segundo informações da equipe da Secretaria de Educação que tem realizado visitas às escolas do projeto.

A professora Tatiana Chagas, da EE Albino César, conta que os alunos estão animados com a novidade e a adaptação aconteceu com facilidade. “Mesmo quando ainda estávamos conhecendo o aplicativo, os adolescentes se empenhavam em utilizá-lo”, conta a docente que ressalta ser bem mais fácil prender a atenção dos jovens com o uso da ferramenta. Como dinâmica pedagógica, ela costuma pedir que os estudantes resolvam alguns exercícios propostos e depois pede para que os que tiveram mais facilidade compartilhem com os colegas como chegaram ao resultado e aos demais, quais foram as dificuldades. Dessa forma, ela sistematiza o conteúdo e prepara a todos para novos desafios.

Na EE Profª Carmosina Monteiro Vianna, a professora Maria de Fátima Rico Abade Lima conta que os alunos se empolgam como se estivessem em um videogame e cobram atividades na plataforma. “Se eu não proponho nada no app, eles já me perguntam quando vamos usá-lo”, comenta. O envolvimento é tão intenso que eles comemoram vibrantes quando acertam e tentam várias vezes antes de chama-la para pedir ajuda, pois querem muito conseguir.

Matemática

A disciplina de Matemática foi escolhida por se mostrar um grande desafio nacional nos últimos resultados de avaliações externas. Na mais recente avaliação disponível, referente a 2016, o Ensino Médio de São Paulo obteve a segunda melhor nota dos últimos sete anos em matemática – com queda entre 2015 e 2016. Por conta desta queda, a Secretaria da Educação tem investido em formação continuada para os professores com o objetivo de fazer com que a Matemática tenha mais sentido para os estudantes.

Inovações do livro digital

A plataforma desenvolvida em parceria com a Microsoft e Digital Pages funciona tanto como app em smartphones quanto na web e está em fase de ajustes. Após baixado, o aplicativo não precisa de acesso à internet para ser utilizado. Além do conteúdo do livro, os alunos poderão responder as questões digitalmente e ter acesso a vídeos, áudios, animações, simulações de objetos 3D e games. O programa ainda disponibiliza ferramentas de anotações, mensagens, fóruns, busca por termo ou conteúdo.

Para que o professor possa acompanhar o desempenho das turmas, ele poderá ter informações como: quanto tempo o aluno passou em uma página, quais conteúdos ele percorreu e as respostas que forneceu em cada exercício proposto. Todos os docentes envolvidos no projeto-piloto passarão por treinamento na Escola de Formação e Aperfeiçoamento de Professores (EFAP), em parceria com a Digital Pages.

O conteúdo do livro digital, bem como as informações sobre a realização de atividades pelos alunos, ficará armazenado na plataforma de nuvem da Microsoft (Azure).

Últimos Vídeos

Carregando...

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade