Selecione a página

Vôlei: Uma equipe sobrevivente

Técnica do time de Araraquara fala sobre problemas enfrentados ao longo da Superliga e destaca superação de suas comandadas

Texto: Carlos André de Souza
Foto: Tetê Viviani
A equipe da Uniara/AFAV encerrou no último final de semana a sua participação na edição 2014/2015 da Superliga Feminina de Vôlei, que entra agora em sua fase de playoffs com os oito primeiros colocados. O time de Araraquara ficou com a 12ª colocação com 11 pontos, somados com uma campanha de três vitórias e 21 derrotas. A última delas ocorreu diante do Brasília, por 3 sets a 0 no Gigantão. Agora, a equipe participará de um quadrangular contra as primeiras equipes da Superliga B para definir sua permanência na próxima edição da competição nacional.
A campanha abaixo do esperado na Superliga se deve a fatores externos que atrapalharam o rendimento do time dentro de quadra. O elenco araraquarense está sem receber salários desde o início do ano, por conta de atrasos no repasse da Prefeitura para a Fundesport, que é quem faz o pagamento. Segundo o apurado, a Fundesport paga R$ 16 mil por mês ao time, mas os atrasos fizeram o grupo perder várias atletas para outras equipes. Já a Uniara, principal patrocinador, colabora com R$ 10 mil mensais e está em dia com os pagamentos.
Após a partida de sexta-feira, a técnica Sandra Mara Leão falou sobre os desafios que enfrentou durante a temporada. “Fica o sentimento de missão cumprida. Nós somos uma equipe sobrevivente. Tivemos patrocinadores que pararam na metade do ano passado, compromissos que foram assumidos e não foram cumpridos e acabamos ficando na mão. Com isso, atletas e comissão técnica ficaram sem receber. Tivemos de sobreviver a todo esse vulcão de acontecimentos ruins. É muito difícil você motivar e fazer uma equipe que não está recebendo ir até o final. Quero que as pessoas saibam que essa é uma das equipes mais guerreiras que eu já tive. E é por isso que digo que somos sobreviventes, porque nadamos o tempo inteiro com a água no pescoço e quando podiam desistir e abandonar o barco, não foram. A comissão, que poderia ter me abandonado no meio do caminho porque não estava recebendo, cumpriu com seu compromisso. Aqui temos gente casada e eu imagino o que ele falava para a mulher. Meses sem receber, poderiam ter me deixado, abandonado o projeto e ido embora, que é o que a maioria das pessoas fazem. Mas pessoas fortes ficam, independente se vai receber depois ou não. E assim são essas atletas”, explicou Sandra.

Motivação
A treinadora destacou de onde veio a motivação para entrar em quadra nos momentos mais difíceis da equipe. “A motivação é essa torcida que nunca nos abandonou, mesmo com resultados ruins. A motivação é o patrocinador que não roeu a corda e veio conosco até o final, cumprindo seus compromissos, independente dos resultados, que não eram os programados pela qualidade da equipe. A motivação é a imprensa, que não denegriu nossa imagem em nenhum momento, nem nos momentos de apagão. Pelo contrário, veio tentando, de alguma forma, nos ajudar a nadar com essa água no pescoço. Também não posso deixar de agradecer ao Vagner [presidente da ADAF], que também foi guerreiro e esteve conosco o tempo todo”, salientou.

Decisão pessoal
Única treinadora mulher da Superliga, Sandra Mara Leão prefere não tocar no assunto, mas chegou a vender seu carro para pagar salários atrasados do elenco. “Não gosto de falar porque foi uma decisão pessoal. Não pode se vangloriar desse tipo de decisão. É muito difícil você ser o comandante e ver as pessoas que você comanda sem receber um real. Todo dia de manhã, a pessoa está animada trabalhando com você, sem saber quando ela vai receber. Passa um mês, passam dois, passam três, e chega uma hora que é preciso fazer alguma coisa. Deus colocou muito a mão em cima de nós para não nos perdermos e para não colocar a culpa de nossas derrotas em ninguém. De fato tínhamos uma equipe para, no mínimo, ter ficado entre os dez e garantido a participação no ano que vem, mas é difícil”, completou a treinadora.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade