Selecione a página

São Paulo cede empate, mas vence Vasco nos pênaltis e é campeão

Time tricolor abriu 2 a 0 no tempo normal, mas só foi campeão ao vencer nos pênaltis

São Paulo cede empate, mas vence Vasco nos pênaltis e é campeão
O São Paulo é o campeão da 50ª Copa São Paulo de Futebol Júnior. A conquista veio nos pênaltis, após o time tricolor abrir 2 a 0 e sofrer o empate durante os 90 minutos. O goleiro Thiago Couto foi o herói ao defender duas cobranças e dar o quarto título ao clube, que havia ganho o torneio em 1993, 2000 e 2010.
A partida começou com muito estudo entre as equipes. Enquanto o São Paulo buscava Antony, o Vasco tentava fazer a bola chegar em Lucas Santos. A primeira metade do primeiro tempo, porém, foi de chances escassas para as equipes. Na melhor delas, Gabriel Novaes fez jogada individual, dividiu com a zaga e finalizou por cima do gol já dentro da grande área, aos 16 minutos.
Com o apoio da torcida, o São Paulo passou a controlar a posse de bola. O time tricolor abusou dos lançamentos em busca de espaços na zaga vascaína, que teve dificuldades de sair jogando. Aos 38 minutos, quando a chuva começou a cair, o São Paulo conseguiu abrir o marcador. Antony teve espaço para fazer o cruzamento e achou Gabriel Novaes sozinho na grande área. O camisa 9 subiu bem e testar firme para vencer o goleiro Alexsander e marcar o seu 10º gol na competição.
O Vasco tentou dar a resposta logo em seguida, com Lucas Santos, mas o chute do camisa 10 foi para fora, mantendo o placar da etapa inicial com a vantagem mínima para o time paulista.
Com a chuva mais forte e muito vento, o segundo tempo começou com um ritmo alucinante. Aos sete minutos, Rodrigo Nestor deu bela enfiada de bola para Antony. O atacante ganhou na velocidade do zagueiro e chutou rasteiro para deixar o tricolor ainda mais perto do título.
O Vasco teve sua melhor chance na jogada seguinte. Após passe de Tiago Reis, o volante Caio Lopes limpou a marcação mas chutou fraco e perdeu a oportunidade de diminuir o placar. Em outra boa chegada, aos 14, o artilheiro Tiago Reis recebeu no meio da zaga, girou, saiu na cara do gol, mas chutou por cima.
Sentindo o cansaço da maratona de jogos, o Vasco não conseguia ameaçar e o São Paulo administrava. Aos 30, porém, uma falta deu a chance para o Vasco diminuir. O capitão Lucas Santos bateu com maestria e fez o primeiro gol vascaíno, dando novo ânimo aos cariocas.
Acreditando no empate, Vasco foi para cima e o São Paulo recuou. A pressão carioca funcionou e o segundo gol saiu aos 35 minutos. Após rebote, Riquelme acertou belo passe e achou Tiago Reis na área. O atacante dominou no peito e chutou na saída do goleiro, igualando o placar.
Os times ainda tentaram criar chances para liquidar o jogo no tempo normal, mas o cansaço foi maior e a igualdade prevaleceu, levando a decisão para os pênaltis.
Na decisão por pênaltis, o goleiro sãopaulino Thisgo Couto foi o destaque. Ele defendeu a segunda cobrança, viu a terceira batida do adversário ir no travessão e acertou o canto na quarta para defender e garantir o título sãopaulino.
Ficha técnica
São Paulo (3) 2 x 2 (1) Vasco
Local: Estádio do Pacaembu, em São Paulo
Data: 25/01/2019
Hora: 15h30
São Paulo: Thiago Couto; Caio Felipe, Tuta, Morato e Wellington (Fasson); Diego, Rodrigo Nestor (Vitinho), Fabinho (Everson), Paulinho (Marcos Júnior) e Antony (Sena); Gabriel Novaes (Ed Carlos).
Técnico: Orlando Ribeiro.
Vasco: Alexander; Cayo Tenório, Ulisses, Gabriel Norões e Coutinho (Riquelme); Bruno Gomes (Laranjeira), Linnick (Alexandre Mello) e Caio Lopes; João Pedro (Talles), Lucas Santos e Tiago Reis.
Técnico: Marcos Valadares.
Gols: Gabriel Novaes (SAO, aos 38’1ºT), Antony (SÃO, aos 8’2ºT) e Lucas Santos (VAS, aos 30’2ºT) e Tiago Reis (VAS, aos 35’2ºT).

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade