Select Page

Advertisement

Mariana Silva perde o bronze no judô



Mariana Silva conseguiu um grande feito nessa terça-feira (09) no judô da Rio-2016. Em sua segunda Olimpíada chegou à disputa da medalha ao vencer favoritas pelo caminho e só caiu para a atual líder do ranking até 63 kg. Na briga pelo bronze, contra a holandesa Anicka vam Emden, acabou derrotada por um yuko.“O objetivo […]

Publicidade

Advertisement

Mariana Silva conseguiu um grande feito nessa terça-feira (09) no judô da Rio-2016. Em sua segunda Olimpíada chegou à disputa da medalha ao vencer favoritas pelo caminho e só caiu para a atual líder do ranking até 63 kg. Na briga pelo bronze, contra a holandesa Anicka vam Emden, acabou derrotada por um yuko.
“O objetivo era a medalha, independente da cor. Mas infelizmente não foi nessa Olimpíada. Agradeço muito a Deus pela oportunidade de ter participado deste evento, ter lutado até o final, saído sem nenhuma lesão. Agradeço a Deus e a todo mundo que torceu por mim. Mesmo com a derrota, eu sou feliz, sou privilegiada por ter participado de uma Olimpíada dentro de casa”, comentou ao SporTV muito emocionada.
A holandesa nunca tinha perdido para Mariana – elas já se encontraram duas vezes. No Rio, foi a terceira e Anicka vam Emden dominou as ações da luta. A brasileira evitou os golpes, tentando chegar mais para atacar, mas sem sucesso. A rival conseguiu um yuko, suficiente para lhe dar o bronze.
Aos 26 anos, chegou ao Rio de Janeiro para disputar a sua segunda Olimpíada após ser eliminada na primeira rodada dos Jogos de Londres. Ela passou por gigantes em seu caminho e só caiu para a atual líder do ranking da categoria até 63 kg na semifinal, feito que apenas a campeã Rafaela Silva conseguiu até agora entre os judocas brasileiros no Rio de Janeiro.

O caminho até a disputa do bronze
Na estreia na Rio-2016, Mariana Silva derrotou a húngara naturalizada ganesa Szandra Szogedi com um estrangulamento, que fez a rival desistir com três tapas em suas costas, caracterizando o ippon.
Nas oitavas, venceu a alemã Martina Trajdos pela primeira vez em oito confrontos. A brasileira ainda teve a campeã mundial Yarley Grebi em seu caminho e se credenciou para a final no golden score.
Mariana deixou o caminho pelo ouro ao ser imobilizada pela eslovena Tina Trstenjak, campeã mundial, europeia e atual líder do ranking.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

  • Prestações

Arquivos