Selecione a página

Ferroviária volta a dominar, mas é derrotada em Rio Claro

Texto: Carlos André de Souza

Foto: Matheus Pezzotti/ Jornal Cidade de Rio Claro


O filme voltou a se repetir. Assim como nos jogos anteriores, a Ferroviária dominou o jogo, acertou bolas na trave, mas não conseguiu transformar a boa atuação em vitória. Em jogo realizado na noite de ontem no Estádio Augusto Shimidt Filho, em Rio Claro, a Locomotiva foi derrotada por 2 a 1 pelo Rio Claro em jogo válido pela 9ª rodada do Campeonato Paulista da Série A2. Romarinho e Alex Afonso marcaram os gols do time da casa, enquanto Ney Mineiro anotou seu segundo gol em dois jogos com a camisa grená.

O resultado deixou o time araraquarense à beira da zona de rebaixamento, na 15ª posição, com os mesmos 9 pontos do Catanduvense, primeiro time dentro da zona de risco.

A equipe do técnico Ito Roque voltará a jogar em casa na próxima rodada. O time voltará a campo no próximo domingo, às 10 horas, contra o Monte Azul na Arena da Fonte. O volante Nildo, que foi expulso no final do jogo de ontem, desfalcará a equipe no duelo.

O jogo

Logo aos 38 segundos de jogo aconteceu um apagão, e não foi da defesa afeana. Uma queda de energia no Estádio Augusto Shimidt Filho ocasionou uma interrupção de 25 minutos. Com a bola rolando, a Ferroviária passou a tomar a iniciativa com a maioria das jogadas de ataque.

Morato arriscou de longe aos 5 minutos de jogo, a bola desviou na defesa e sobrou dentro da área para Ney Mineiro, que chutou por cima do gol de Cléber. A Ferrinha voltou a levar perigo aos 10 minutos, quanto Di Fábio rolou para Elton, que bateu de fora da área e a bola tirou tinta da trave direita do goleiro adversário. A Locomotiva acertou a trave do goleiro Cleber aos 21, quando Elton arriscou da entrada da área, o goleiro chegou a tocar na bola, mas ela bateu no poste direito do arqueiro. Aos 26, Fabinho acertou um chute com efeito, mas o goleiro Cleber se esticou para tirar a bola de seu ângulo direito. Dois minutos depois, Róbson recebeu belo passe de Ney Mineiro, saiu de frente para o gol, mas parou em outra boa defesa do goleiro rioclarense.

Segundo tempo

A Ferroviária voltou do intervalo sem alterações e perdeu a chance de abrir o placar no primeiro lance do segundo tempo, com Robson, que chutou dentro da área, mas a bola passou por cima do travessão de Cléber.

Após tanta pressão, o filme dos jogos anteriores voltou a se repetir aos 6 minutos, quando Romarinho roubou a bola na intermediária, tabelou com Givanildo, que tocou de volta para o camisa 9 bater forte e rasteiro no canto esquerdo de Everton. Gol do Rio Claro: 1 a 0. Os jogadores afeanos reclamaram que o atacante dominou a bola no braço antes de marcar o gol.

A resposta afeana veio 6 minutos depois, quando Ney Mineiro recebeu de costas para o gol, dominou e girou, acertando a bola indefensável no canto direito do goleiro Cléber: 1 a 1.

Aos 15, por muito pouco a Ferroviária não passou à frente no marcador. Morato tabelou com Jonatas Obina, que dominou na entrada da área, driblou o zagueiro e acertou um petardo que explodiu no travessão de Cléber.

Aos 34, Romarinho recebeu na intermediária e deixou Alex Afonso de frente para o gol. Ele não perdoou e bateu no canto esquerdo de Everton para recolocar o Rio Claro novamente na frente: 2 a 1.

A situação da Ferroviária, que já era difícil, ficou ainda pior aos 46 minutos, com a expulsão de Nildo, que cometeu falta violenta. Final de jogo e derrota afeana em Rio Claro.

FICHA TÉCNICA

Rio Claro 2×1 Ferroviária
Local: Estádio Augusto Shimidt Filho, em Rio Claro-SP
Data: 20/02/2013
Horário: 20 horas
Público: 610 pagantes
Renda: R$ 7.020,00
Arbitragem: Flávio Rodrigues Guerra, auxiliado por Herman Brumel Vani e Marcos Rodrigues Monteiro
Cartões amarelos: Jobinho,Bilinha (Rio Claro) Mário, Morato (AFE)
Cartão vermelho: Nildo (AFE)
Gols: Rio Claro: Romarinho (6’ do 2º tempo), Alex Afonso (34’ do 2º tempo), AFE: Ney Mineiro (12’ do 2º tempo).

Rio Claro –Cléber; Leyrielton, Alemão, João Paulo, Rodrigo Ninja; Bilinha, Nando (Eder), Givanildo (Jobinho) e Marcelinho (Jocinei); Marcus e Alex Afonso. Técnico: Paulo Roberto

Ferroviária –Everton; Mário, Anderson Santos, Di Fábio e Morato (Vinicius); Nildo, Fabinho e Elton (Joabe); Robson (Alex Rafael), Ney Mineiro e Jonatas Obina. Técnico: Ito Roque

Últimos Vídeos

Carregando...

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade