Selecione a página

Ferroviária joga para garantir a folia

A Ferroviária volta a campo hoje pelo Campeonato Paulista da Série A-2, em um duelo que será marcado pela rivalidade. Contra o São Carlos, a Locomotiva buscará sua primeira vitória sob o comando do técnico Ito Roque, que comandou a equipe nas duas últimas rodadas, quando acumulou empates com União Barbarense e Audax. O jogo de hoje está marcado para as 16 horas, na Arena da Fonte Luminosa.
Na 15ª colocação, com sete pontos, o time araraquarense treinou na tarde de ontem na Arena, mas o treinador não deixou transparecer qual será a escalação para o duelo de logo mais. O certo é que Ito não poderá contar com o zagueiro Carlinhos, suspenso pelo terceiro cartão amarelo, o que abre uma vaga para o substituto automático, Hebert. Rodrigo César também segue afastado com dores musculares.
Quem também pode aparecer entre os titulares é o lateral-esquerdo Tatá, que foi liberado pelo departamento médico e treinou normalmente ontem. As maiores dúvidas, no entanto, estão no ataque, que deve ser formado por Ricardinho e Wellinton Amorim. “Precisamos fazer a lição de casa, ainda mais porque estamos muito próximos na tabela”, disse o treinador.

Adversário com mudanças
Para o derbi regional, o técnico do São Carlos, Felício Cunha, terá o desfalque do meio campista Marcos, que recebeu o terceiro cartão amarelo e cumpre suspensão automática nesta rodada. Em contrapartida, o comandante terá a sua disposição o atacante Cléberson, que retorna de lesão, e o lateral Marcus Vinicius, além do centroavante Dudu Mineiro que recentemente chegou ao clube de São Carlos.
O time sãocarlense conta com dois ex-afeanos que prometem dar trabalho na Arena. Além do técnico Felício Cunha, a equipe conta ainda com o meia-esquerda Leandro Miranda, considerado o melhor jogador na campanha do time grená na Série A-3 de 2010.

Arbitragem conhecida
Quem apitará o jogo de hoje será o árbitro Robério Pereira Pires, que é um velho conhecido da torcida afeana. No dia 8 de abril de 2001, Pires deixou de assinalar dois pênaltis a favor da Ferroviária, que na ocasião enfrentava o Barretos na Fonte pela Série B-1 do Paulista. Milton Cardoso, presidente da AFE na época, invadiu o campo na tentativa de acertar um chute no árbitro. A ação resultou na perda de dois mandos de campo e de 90 dias de suspensão para o dirigente afeano, que posteriormente movimentou uma chapa interiorana para bater de frente com o presidente da FPF na época, Eduardo Farah. A Locomotiva conseguiu o acesso naquele ano.

Ficha técnica

Ferroviária x São Carlos
Data: 18 de fevereiro, às 16h; Local: Arena da Fonte, em Araraquara.
Árbitro: Robério Pereira Pires;
Assistentes: Luiz Quirino da Costa e Sergio Cardoso

Ferroviária: Everton, Emerson, Rafael Dias, Hebert e William (Tatá); Júlio César, Felipe Blau, Cesinha e Bruno; Wellington Amorim e Ricardinho (Fabrício Carvalho). Técnico: Ito Roque.

São Carlos: Ronaldo; Renato (Marcus Vinicius), Thiago Viana, João Victor e Branco ; Jé, Galiardo, Leandro Miranda e Ivan Paraná, Luizão e Jackson (Kleberson). Técnico: Felício Cunha.

Últimos Vídeos

Carregando...

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade