Selecione a página

Ferroviária goleia e deixa a zona de rebaixamento

Com futebol envolvente e eficiente, Locomotiva reencontra o caminho das vitórias com técnico interino no comando 


Carlos André de Souza

Dois dias após perder o técnico Ito Roque, a Ferroviária voltou a campo comandada pelo interino Jorge Saran, treinador do time sub-20, que mostrou ter estrela. Em duelo realizado na noite de ontem na Arena da Fonte Luminosa, em Araraquara, a Locomotiva voltou a dominar o jogo, mas dessa vez o ataque e a defesa funcionaram e a equipe atropelou o Rio Branco de Americana por 4 a 0, com dois gols de Wellingtom Amorim, um de Rogério e outro de Nildo.

“Esse é o espírito que o time tem que ter. Temos uma ótima equipe que tem condições de jogar de igual para igual com qualquer equipe. Nosso lugar é na parte de cima da tabela”, afirmou Amorim.

O resultado fez a equipe chegar aos 12 pontos e subir para 14ª colocação, fora da zona de rebaixamento. A diretoria aguarda a resposta de uma proposta feita ao técnico Édison Só, que tem um prazo até hoje para confirmar ou não sua vinda para o time grená. Mas os nomes que vinham na sequência na lista, que seriam de Ruy Scarpino e Moisés Egert, podem ficar para trás, já que Jorge Saran conquistou a torcida com a vitória de ontem. Ele saiu de campo com um coro de “Fica, Saran”, mas ressaltou que a decisão é da diretoria.

A Ferroviária volta a campo no próximo sábado, às 17 horas, contra o Red Bull no Estádio Moisés Lucarelli, em Campinas. O adversário vem de uma vitória em casa sobre a Portuguesa por 1 a 0 e ocupa uma posição acima da Locomotiva, com 13 pontos.

O jogo

O técnico Jorge Saran escalou uma formação com três atacantes – Róbson, Wellington Amorim e Ney Mineiro – e a estratégia ofensiva funcionou. O time levou perigo logo aos 3 minutos, quando Jérson acertou um chute de fora da área e obrigou o ex-afeano Eder a se esticar para fazer uma bela defesa.

O primeiro grito de gol dos torcedores grenás veio logo aos 9 minutos de jogo, quando Wellington Amorim fez a jogada pela esquerda e cruzou para Ney Mineiro, que ajeitou para o lateral esquerdo Rogério pegar de primeira, de pé direito, para acertar o canto esquerdo do goleiro Éder: 1 a 0!

O presságio de que a noite seria de comemoração para o time da casa veio quatro minutos depois, quando Wellington Amorim bateu cruzado da entrada da área, a bola desviou no zagueiro Sandoval e tirou o goleiro do lance: 2 a 0!

A vantagem no marcador não fez com que a Locomotiva deixasse de atacar. Assim como nos jogos anteriores, o time ditava o ritmo do jogo, mas dessa vez a eficiência nas finalizações fez a diferença e, nos acréscimos no primeiro tempo, o time ampliou com outro gol de Wellington Amorim, que dividiu com o adversário, caiu, mas a bola voltou para ele, que se levantou, dominou e tocou no canto esquerdo de Éder: 3 a 0!

A Ferroviária voltou para o segundo tempo com a mesma escalação e voltou a marcar presença no campo de ataque. O goleiro Éder, que já vestiu a camisa da Ferroviária, evitou uma goleada ainda maior, com boa defesa em um chute de longe de Jérson.

Mas ainda dava tempo de mais uma comemoração. Aos 19 minutos, após triangulação pela intermediária, Nildo driblou o zagueiro e bateu rasteiro de fora da área, acertando o canto direito do goleiro: 4 a 0!

Aos 21, Róbson recebeu na área, cortou seu marcador e acertou um petardo no tarvessão, mas dessa vez a torcida não precisou lamentar como nas partidas anteriores. Sem entrar na área da Ferroviária, o Rio Branco arriscava chutes de longe e em um deles, aos 32, Bruno Prandi se esticou para fazer uma difícil intervenção. Aos 37, Wellington Amorim por pouco não fez o terceiro gol dele na noite, quando recebeu em profundidade, saiu de frente para o gol, mas parou na boa defesa de Éder. O Rio Branco ainda tentou marcar seu gol de honra em um chute de longe de Cristiano, mas a bola tocou o travessão de Bruno Prandi e foi para fora.

FICHA TÉCNICA

FERROVIÁRIA 4 x 0 RIO BRANCO
Local:Arena Fonte Luminosa, em Araraquara
Data:27/02/2013
Horário:20 horas
Público:461 pagantes
Renda:R$ 5.610,00
Arbitragem:Norberto Luciano Santos da Silveira
Auxiliares:Renata Ruel Xavier de Brito e Marlon Spinola
Gols:AFE: Rogério (9’ do 1º tempo), Wellington Amorim (13’ e 47’ do 1º tempo)
Cartões amarelos:Vinicius, Nildo, Fabinho (AFE)

FERROVIÁRIA –Bruno Prandi; Mário, Vinicius (Neguete), Di Fábio e Rogério; Nildo, Fabinho e Jérson; Róbson (Raul), Wellington Amorim e Ney Mineiro (Jonatas Obina). Técnico: Ito Roque

RIO BRANCO –Eder; Arnaldo, Sandoval, Fernando Belém e Valmir; Julio Cesar, Galego (Índio), Juninho (Cristiano) e Junai (Danilo); Túlio e Leandrão. Técnico:Luisinho Quintanilha

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade