Selecione a página

Ferroviária estreia na Série A2

Locomotiva inicia hoje, contra o Capivariano na Fonte, sua caminhada rumo a o sonho de retornar à elite do futebol paulista

Carlos André de Souza

Chegou a hora! Com o sonho de retornar à elite do futebol paulista após 18 anos, a Ferroviária inicia hoje sua trajetória no Campeonato Paulista da Série A2, competição que contará com 20 equipes e desta vez será disputada no sistema de pontos corridos, em turno único, o que faz de cada partida uma verdadeira final de campeonato. O primeiro desafio do time grená está marcado para hoje, às 16 horas, na Arena Fonte Luminosa, em Araraquara, diante do Capivariano. Os ingressos já estão à venda por R$ 20 a entrada inteira e R$ 10 a meia entrada destinada a estudantes, aposentados e professores da rede pública. Crianças de até 12 anos, acompanhadas de um responsável, não paga.

A Ferroviária encontrou muitos obstáculos durante o período de preparação para a competição. O maior deles foi a saída do técnico Wagner Lopes, que foi trazido para comandar a equipe na Série A2 e acabou trocando o time araraquarense pelo Botafogo de Ribeirão preto, equipe integrante da elite estadual. Foi ele quem escolheu os atletas que permaneceram da Copa Paulista e também trouxe os reforços para a temporada de 2014. A saída do treinador causou muita revolta por parte de torcedores e também da própria diretoria, que voltou ao mercado e conseguiu trazer para Araraquara o técnico Vilson Tadei, que havia sido procurado antes da vinda de Lopes.
Outro integrante do elenco que deixou a Locomotiva para aceitar um proposta de um clube da elite foi o lateral direito Paulo Henrique, que seria último reforço do time grená. Ele adiou a assinatura de contrato e acabou acertando com o XV de Piracicaba.

Elenco
A Ferroviária entrará em campo hoje com um grupo bem diferente do último visto pelo torcedor na Copa Paulista. Entre os titulares, restaram apenas o goleiro Everton e o atacante Wilson Júnior. Após o último treino coletivo promovido por Tadei, a equipe foi escalada com Everton no gol, Matteus e Roberto nas laterais, com a zaga formada por Alcides e Sandoval. O meio de campo conta com os volantes Milton Júnior e Acleisson, além dos meias Thiago Silva e Alan Mineiro. O setor ofensivo conta com Wilson Júnior e outro conhecido da torcida, Jônatas Obina, que foi o autor do gol contra o Santo André, que livrou o time do rebaixamento na Série A2 do ano passado.

Mas após essa atividade, uma dúvida ficou no ar, já que Wilson Júnior saiu de campo machucado após levar uma pancada no joelho esquerdo. Se for vetado pelo departamento médico, o substituto será Kaká.

O plantel afeano conta com quatro remanescentes da Copa Paulista: o goleiro Everton, o zagueiro Neguete, o volante Renan e o atacante Wilson Júnior, que pertencem à Ferroviária. Outros que disputaram a competição realizada no segundo semestre de 2013, que continuaram no grupo, foram os reforços vindos do Atlético-PR: o goleiro Alexandre Cajuru, o zagueiro Hismael, o volante Matteus e o meia Renatinho.

Entre os reforços, foram trazidos os laterais Carlinhos, Roberto e Léo Carvalho, esse último retornando de empréstimo, os zagueiros Alcides e Sandoval; os volantes Acleisson e Milton Júnior, os meias Alan Mineiro, Thiago Silva e Tiaguinho, além dos atacantes Negueba, Jônatas Obina, Kaká e o peruano Miguel Curiel.

Testes
Durante a pré-temporada, a Ferroviária realizou sete jogos-treino e acumulou quatro vitórias, um empate e duas derrotas. Os dois primeiros foram disputados no final do ano passado, quando a Locomotiva venceu a Matonense por 1 a 0 na Fonte Luminosa e perdeu por 2 a 1 para o Mogi Mirim na casa do adversário. Nas duas ocasiões, os gols foram marcados pelo atacante Jônatas Obina.

O ano de 2014 começou e o time grená já foi a campo três vezes. Perdeu por 1 a 0 para o XV de Piracicaba, com um gol marcado aos 3 minutos de jogo na Fonte Luminosa. Na última segunda-feira, o técnico Vilson Tadei levou um time misto até o Estádio Palma Travassos, em Ribeirão Preto, onde arrancou um empate por 1 a 1 com o Comercial, com o gol grená marcado pelo peruano Miguel Curiel aos 45 minutos do segundo tempo. Na última quarta, a equipe venceu o São Carlos por 1 a 0, com gol de Guilherme Batata. O time voltou a campo no último sábado, quando superou o Sertãozinho pelo placar de 2 a 1, com gols de Alan Mineiro e Jônatas Obina. O último testa da equipe contou apenas com atletas reservas, em jogo-treino em que o time grená venceu o Comercial por 2 a 1 na Fonte, com os dois gols marcados pelo peruano Miguel Curiel.

Sonho de voltar à elite
A última vez que a Ferroviária figurou na principal divisão do futebol estadual foi em 1996. De lá para cá a torcida sofreu muito com rebaixamentos que fizeram o time chegar à quarta divisão do futebol estadual. Após a criação do clube-empresa, em 2003, a equipe grená conseguiu entrar nos trilhos e passou a conquistar acessos e também um título, da Copa Federação Paulista (atual Copa Paulista) de 2006, mas sempre escorregava nos momentos decisivos que permitiriam o time voltar à Série A1.

Dessa vez, o elenco se mostra focado em conquistar esse prêmio para Araraquara. Um dos atletas mais experientes do grupo, que passou quase toda sua carreira no futebol europeu em times como Chelsea, Benfica e PSV da Holanda, o zagueiro Alcides garante que não faltará empenho dentro de campo. “O jogador tem que procurar saber a história do time que ele vai atuar. Sabemos que o time está há 18 anos fora da elite e sabemos que a equipe chegou perto de subir em algumas ocasiões, mas por alguma infelicidade acabou não dando certo. Mas vamos procurar construir uma história diferente e mudar esse quadro. O acesso seria um feito importante não só para os jogadores, mas para a diretoria, torcida e toda a cidade, por isso, se conseguirmos, terão de fazer uma estátua nossa na frente do estádio. Estamos trabalhando muito por isso e vamos soar sangue por esse objetivo. E vamos buscar isso mesmo se tivermos que bater até na mãe do adversário. Claro que digo isso no bom sentido, com todo respeito, mas é apenas para dizer que faremos tudo o que for possível para conseguir esse acesso”, completa.

Ferroviária estreia na Série A2

Locomotiva encara o Grêmio Osasco com o intuito de iniciar com o pé direito a corrida rumo à principal divisão do futebol estadual

Carlos André de Souza

A Ferroviária estreia hoje no Campeonato Paulista da Série A2 com um sonho que já dura 17 anos: voltar à principal divisão do futebol estadual, posto que ocupou em 40 dos 62 anos de fundação do clube. Hoje, às 16 horas, o time araraquarense encara o Grêmio Osasco, na casa do adversário, em seu primeiro desafio da competição que reunirá 20 clubes, entre eles alguns tradicionais como a Portuguesa e o Juventus, e outros com grande poder financeiro como o Red Bull e o Audax.
Na primeira fase, todas as equipes se enfrentam entre si em turno único, classificando-se as oito melhores para a segunda etapa da competição, onde os clubes serão divididos em dois grupos de quatro times, dos quais subirão para a elite os dois primeiros de cada chave. O primeiro colocado de cada grupo disputará a final da competição, que terminará no dia 13 de maio.
A Locomotiva possui a vantagem de contar com uma espinha dorsal montada na Copa Paulista de 2012, competição em que a equipe chegou até a semifinal, mas sucumbiu perante o Audax. Enquanto várias equipes estão com o elenco recém formado, o time araraquarense espera contar com um bom entrosamento para largar à frente de seus adversários.

Mudanças no plantel
O grupo que o torcedor verá em campo nesta Série A2 tem algumas diferenças em relação àquele que terminou o ano de 2012. Daquele elenco saíram peças importantes como o zagueiro Carlinhos, o volante Felipe Blau, o lateral esquerdo Tatá, o meia Daniel e o atacante Tiago Marques, mas por outro lado chegaram reforços de qualidade como o zagueiro Vinicius Golas, o lateral esquerdo Rogério, o volante Fabinho, os meias Raul e Felipe Mateus e os atacantes Raul, Jonatas Obina e Alex Rafael.
Durante a pré-temporada, outros dois atacantes chegaram a integrar o elenco, mas não chegaram à fase final de treinamentos. Fabrício Carvalho, autor de 10 gols na A2 do ano passado, acabou se transferindo para o Araxá, time que disputará o Campeonato Mineiro. Quem também deixou o grupo foi Tiaguinho, que estava ganhando espaço entre os titulares, mas acabou negociado com o futebol sul-coreano.

Time titular
A equipe do técnico Ito Roque realizou quatro jogos-treino nesta pré-temporada. Primeiro venceu o Mirassol por 2 a 1 na casa do adversário, com gols de Tiaguinho e Joabe. Posteriormente, com um gol de Raul, empatou por 1 a 1 com o União Barbarense em jogo que acabou antes do tempo regulamentar por conta de uma confusão envolvendo jogadores e torcedores adversários em Santa Bárbara d´Oeste. Seu terceiro desafio foi no campo do Americano, em Américo Brasiliense, onde empatou por 1 a 1 com a Francana, com gol de Mário. No penúltimo desafio, a equipe araraquarense amargou sua primeira derrota, diante do União São João em Araras, com um gol no último minuto de jogo. Para finalizar, empatou sem gols com o Barretos, com um time formado por suplentes.
Após esses compromissos, o técnico Ito Roque perdeu o zagueiro e capitão Anderson Santos, com uma lesão no joelho, e por isso deve escalar Vinicius Golas em seu lugar. Assim, o time será formado por Everton no gol, Alan e Rogério nas laterais, Vinicius Golas e Di Fábio na defesa, Nildo, Renan e Elton no meio, Welington Amorim, Robson e Raul no ataque.

Jogos em casa
A Ferroviária fará seu primeiro jogo diante de seus torcedores no próximo sábado, às 18h30, na Arena da Fonte, diante do São Carlos. Os ingressos terão o preço de R$ 20 (entrada inteira) e R$ 10 (meia-entrada para aposentados, estudantes e professores).
Para atrair um público maior, a diretora promove a promoção Passaporte 2013, que custa R$ 180 (valor que pode ser dividido em até seis vezes no cartão de crédito) e que permitirá ao torcedor acompanhar todas as partidas em casa (10 na primeira fase e 4 nas fases seguintes, em caso de classificação). O torcedor também receberá uma camisa oficial do time.

Adversário
Nesta edição da Série A2, o Grêmio Osasco é a equipe que conta com caras mais conhecidas dos torcedores, a começar pelo seu gerente de futebol, o ex-jogador Vampeta, que participou da campanha do pentacampeonato com a seleção brasileira. Quem está no comando do time é o técnico Baltemar Brito, que por muitos anos foi auxiliar técnico do treinador português José Mourinho em clubes europeus como Porto e Chelsea. Rogério, que atuava como lateral e volante e teve passagens por Corinthians e Palmeiras, será seu auxiliar.
O elenco do time de Osasco conta com outros ex-corintianos, como o goleiro Yamada e o volante Rodrigo Pontes, que não tiveram muitas oportunidades no Timão. O lateral direito Índio, que participou do primeiro título mundial do alvinegro, também é nome certo no grupo que na última semana recebeu o reforço do atacante Viola, de 44 anos, que só estreará na quarta rodada.

FICHA TÉCNICA

GRÊMIO OSASCO X FERROVIÁRIA
Local: Estádio José Liberatti, em Osasco
Data / Horário: 23/01 às 16 horas
Arbitragem: André Luís Riquena, auxiliado por Marcela de Almeida Silva e Victor Silverio Martini

GRÊMIO OSASCO – Yamada, Deivid, Hugo, Kanu e Allan Vieira; Betinho, Rodrigo Pontes e Ulisses; Maciel e Alan. Téc.: Baltemar Brito.

FERROVIÁRIA – Everton; Alan, Vinicius Golas, Di Fábio e Rogério; Nildo, Renan e Elton; Welington Amorim, Róbson e Raul. téc.: Ito Roque.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade