Select Page

Ferroviária empata no primeiro jogo do mata-mata



Com um jogador a menos no segundo tempo, Locomotiva fica no 1 a 1 com o Novorizontino

Ferroviária empata no primeiro jogo do mata-mata

Carlos André de Souza

Foi difícil, mas a Ferroviária conseguiu segurar um empate por 1 a 1 com o Grêmio Novorizontino na noite desta sexta-feira (26) no Estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte, pelo jogo de ida das quartas de final da Copa Paulista 2018.
O que mais causou dificuldades foram o campo encharcado por conta da chuva e a expulsão do meia Fellipe Matheus no final do primeiro tempo, o que deixou o time araraquarense com um jogador a menos durante toda a etapa complementar. Antes disso, os dois gols do jogo foram marcados de cabeça por zagueiros: Rodrigo Sabiá abriu o placar para o time da casa e Elton igualou o marcador para a Locomotiva.

O jogo
O gramado alagado dificultou a troca de passes e jogadas mais trabalhadas de ambos os lados. Mesmo assim, o Novorizontino criou as melhores chances no início da partida. Logo aos 2 minutos, Elvinho avançou, deixou dois marcadores para trás, saiu de frente para o gol, mas finalizou à esquerda da trave. Aos 6, em cobrança de falta de fora da área, Vinícius Leandro chutou rasteiro e a bola acertou a trave direita de Gabriel Leite.
Aos 12, o Novorizontino abriu o marcador em lance de bola parada. Em cobrança de falta pelo lado direito, Elvinho fez o cruzamento e o zagueiro Rodrigo Sabiá cabeceou firme no canto esquerdo de Gabriel Leite.
A Ferroviária iniciou uma reação e quase igualou o placar com um chute de fora da área de Vinícius, que parou na defesa do goleiro Vinícius Almeida.
Mas a Locomotiva chegou ao empate aos 21. Fellipe Matheus, em cobrança de falta pela esquerda, fez o cruzamento perfeito para o zagueiro Elton cabecear firme no canto direito do goleiro.
O jogo se equilibrou, mas a Ferroviária ficou com um jogador a menos nos acréscimos do primeiro tempo, quando Fellipe Matheus levou o segundo cartão amarelo e acabou expulso.
Na etapa complementar, a Ferroviária buscou o gol, mas parava na boa marcação do time da casa e na dificuldade de tocar a bola no campo molhado. Caio Mancha teve uma boa chance de fazer o gol da virada aos 27, quando recebeu a bola de Higor Meritão, arrancou, invadiu a área, mas finalizou na dividida, o que facilitou a defesa do goleiro. Léo Artur também teve uma boa oportunidade aos 34, quando invadiu a área e concluiu rasteiro, mas a bola passou rente à trave. O goleiro Gabriel Leite evitou a derrota com uma defesa espetacular aos 43, quando evitou o que seria o gol de Tito.

Próximo compromisso
Com o empate em Novo Horizonte, as duas equipes precisarão vencer no jogo de volta, marcado para o sábado, 3 de novembro, às 19 horas, na Fonte Luminosa. Um novo empate levará a decisão para os pênaltis. A Locomotiva deve anunciar nos próximos dias a Promoção Futebol Sustentável, que prevê a troca de duas garrafas pet por cada ingresso.

Foto: Thiago Carvalho/AFE

FICHA TÉCNICA
NOVORIZONTINO 1 x 1 FERROVIÁRIA
Local: Estádio Jorge Ismael de Biasi, em Novo Horizonte;
Data/Horário: Sexta-feira, 26 de outubro, 20h;
Arbitragem: Leandro Bizzio Marinho, auxiliado por Luiz Alberto Andrini Nogueira e Fabrini Bevilaqua Costa;
Público: 2.245 pagantes;
Renda: R$ 12.855,00
Cartões amarelos: Andrei e Cleiton Garcia (Novorizontino); Fellipe Matheus, Léo Artur, Higor Meritão e Caio Mancha (Ferroviária);
Cartão vermelho: Fellipe Matheus (Ferroviária);
Gols: Rodrigo Sabiá (12’ do 1T) para o Novorizontino; Elton (21’ do 1T) para a Ferroviária;

NOVORIZONTINO – Vinícius Almeida; Cleiton Garcia, Vinícius Leandro, Rodrigo Sabiá e Réverson; Jairo Luís, João Pedro (Alisson) e Elvinho; Lucas Newiton (Nando), Andrei (Franklin) e Tito. Técnico: William Sander

FERROVIÁRIA – Gabriel Leite; Vinícius (Marcos Ytalo), Elton, Gualberto e Arthur; Higor Meritão (Raniele), Fellipe Matheus e Léo Artur; Felipe Ferreira, Jorge Eduardo (Lucas Douglas) e Caio Mancha. Técnico: Vinícius Munhoz

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

  • Culpado

Publicidade

Arquivos