Select Page

Estreia animadora



Na primeira partida sob o comando do técnico Douglas Onça, Ferroviária bate a rival Francana por 2 a 1 na Arena da Fonte

Com dois gols no primeiro tempo, Guerreiras Grenás venceram a primeira batalha do PaulistaTEXTO: CARLOS ANDRÉ DE SOUZA
FOTOS: JOÃO FERRAZ

A estreia da Ferroviária/Fundesport no Campeonato Paulista de Futebol Feminino não poderia ser melhor. Com gols de duas estreantes, Juliana Carioca e Ludmila, a equipe araraquarense bateu sua maior rival, a Francana, por 2 a 1 na manhã de ontem na Arena da Fonte e somou seus primeiros três pontos na competição.

O placar foi construído ainda no primeiro tempo, quando a equipe impôs um forte ritmo de jogo e teve a oportunidade de ampliar ainda mais a vantagem. No segundo tempo, o time afenao administrou a vantagem, mas sofreu um susto no final do jogo, quando a camisa 10 Adriane diminuiu para o time visitante.

Quem comemorou o resultado foi o técnico Douglas Onça, que fez sua primeira partida no comando da equipe e contou com a presença de seus familiares e amigos na arquibancada da Arena. “Essa vitória foi muito importante. Se tivesse perdido, mas jogado bem, eu já ficaria animado, mas jogar bem e vencer é realmente um fator que me dá muita confiança para a sequência da competição. O time é rápido, tranquilo e mostrou ser um grupo de guerreiras, que está pronto para enfrentar qualquer adversidade”, avaliou o treinador, que foi muito ovacionado pela torcida ao final do jogo.

A Ferroviária/Fundesport folga na próxima rodada e volta a atuar somente no dia 30 de abril, sábado, às 15 horas, contra o Marília no Estádio Bento de Abreu Sampaio Vidal, casa do adversário.

O jogo
Uma manhã com o sol muito forte na Arena da Fonte e o clima de estreia predominava no local. Mas as Guerreiras Grenás mostraram, no início da partida, um entrosamento pouco comum em jogos de estreia. Com um volume de jogo superior ao das adversárias, a equipe envolveu a defesa alviverde e chegava com facilidade dentro da área. O time grená quase abriu o placar aos 2 minutos, quando Raquel cabeceu por cobertura e a zagueira Paola tirou a bola em cima da linha.

Mas o gol não demorou a acontecer. Aos 5 minutos de jogo, Raquel foi derrubada na entrada da área, o árbitro deixou correr e a bola sobrou para a meio-campista Jú Carioca, que acertou um forte chute de longa distância no canto direito da goleira Luciana: 1 a 0, com direito a muita festa entre as atletas no banco de reservas.

Aos 18 minutos, a Ferroviária chegou ao segundo gol com Ludmila, que dominou na intermediária, ganhou na corrida da zagueira e entrou na área sozinha, tocando com tranquilidade para o fundo da rede. A dona da camisa 9 grená, aliás, fez o gol contra a sua ex-equipe, onde costumada dar muito trabalho para a defesa araraquarense. Mas do outro lado, outras atletas viviam a situação oposta. A lateral Daiane e a atacante Jaqueline faziam sua primeira partida com a camisa da Francana contra a Ferroviária/Fundesport, time que defenderam nas últimas temporadas. Mas mesmo com muita disposição, as meninas de Franca não conseguiam levar perigo ao gol afeano.

No segundo tempo, as adversárias voltaram dispostas a diminuir a vantagem, mas paravam na tranquilidade araraquarense, que administrava o marcador. Aos 15 minutos, a camisa 10 da Ferrinha, Raquel, fez bela jogada pela ponta esquerda, invadiu a área e foi derrubada, mas o árbitro não assinalou o pênalti, causando a indignação da pequena torcida presente na Arena.

Aos 32 minutos, a equipe sofreu seu maior susto no jogo. Em cobrança de falta de longa distância, Adriane acertou um belo chute no ângulo, sem chances para a goleira Bruna: 2 a 1. Apesar de diminuir a vantagem, a equipe visitante não conseguiu esboçar uma reação. Aos 42, o time da casa quase chegou ao terceiro gol, quando Ludmila fez jogada individual dentro da área, chutou, mas parou na boa defesa da goleira Luciana. Fim de jogo, 2 a 1 para a Ferroviária e um início com o pé direito no estadual. 1 2

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos