Select Page

Advertisement

Beto Pela Fé é campeão em Piracicaba



Ultramaratonista araraquarense conquista primeiro lugar em prova de 12 horas

Publicidade

Advertisement

Carlos André de Souza

O atleta araraquarense José Alberto de Mattos Marques, o Beto Pela Fé, visitou Piracicaba no último sábado, quando participou do Desafio 12 Horas, competição que reuniu os 50 maiores ultramaratonistas do Brasil em uma prova realizada das 8 às 20 horas. O resultado não poderia ser melhor, já que ele faturou o primeiro lugar de sua categoria (50 a 59 anos), com a sexta melhor marca entre todas as categorias.
A prova foi realizada no Parque do Porto, um ponto turístico localizado às margens do Rio Piracicaba. “É um local muito bonito, com um clima muito agradável e tudo correu muito bem. Minha única frustração foi não ter comido a tradicional pamonha de Piracicaba, que foi servida aos atletas junto com água e isotônico durante a prova. Como tenho minha alimentação regrada e não sabia como meu organismo se portaria durante a prova, decidi não comer”, conta Beto.
O ultramaratonista também lamentou por ter perdido lá a sua tradicional faixa com os dizeres ‘Pela Fé – Araraquara’. “Deixei ela encostada em uma árvore antes da prova e quando fui buscá-la não estava mais lá. Mas tudo bem, fiquei feliz com o troféu e vou confeccionar uma faixa nova para as provas do final de ano”, destaca.
Beto Pela Fé relata que por pouco não desistiu de participar da corrida. “Depois da corrida em homenagem ao aniversário de Araraquara, fui fazer alguns treinos de 50 quilômetros e senti dores no joelho faltando 15 dias para a prova. Minha fisioterapeuta, Laíde Ferrari, me passou um trabalho intensivo de fortalecimento e graças a ele eu consegui me recuperar. Ela me liberou na sexta-feira de manhã e no mesmo dia, à noite, segui viagem para Piracicaba, onde participei da prova no sábado de manhã. Me senti muito bem na prova e a minha perna parecia um trator. O mais emocionante foi ouvir meu nome e o nome de Araraquara no alto-falante no fim da corrida”, salienta o atleta, que fez três trocas de tênis, já que a corrida tinha percursos em chão de terra, grama e asfalto.
Essa foi a sétima ultramaratona de Beto Pela Fé, e em todas ele subiu ao pódio. “Ultramaratona não é brincadeira e não é de um dia para o outro que você se torna ultramaratonista. Tenho 15 maratonas concluídas antes de me tornar ultra. Hoje me sinto muito feliz com esses resultados”, conclui o atleta, que conta com o apoio da Fundesport, Açaizeiro, SNC Suplementos, Supermercado 14, Fisk, Kina e Castelinho Materiais para Construção.
Até o final do ano, Beto participará das 24 Horas de Valinhos nos dias 27 e 28 de novembro, e da Corrida de São Silvestre, no dia 31 de dezembro em São Paulo. Antes disso, fará um treino de 18 horas no final de outubro, que será dividido em seis horas no Parque Infantil, seis horas no Balão da Vaz Filho e seis horas no Balão do Posto Caravan.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

  • Torcedor

Arquivos