Selecione a página

Atleta de Araraquara comemora vitória no XFC

Islan Reis derrotou Romerio dos Santos no último sábado em São Paulo

Esta semana foi de comemoração para o lutador Islan Reis, que na noite do último sábado venceu Romerio dos Santos por nocaute técnico no segundo round da sétima edição internacional do Xtreme Fighting Championship (XFC), que foi realizada no ginásio do São Paulo Futebol Clube, na capital paulista. O combate foi válido pela categoria até 65,8kg (peso pena) do card preliminar do evento. O atleta baiano que reside em Araraquara falou sobre a dificuldade encontrada no combate. “Foi uma luta muito boa. Perdi o primeiro round, mas consegui me recuperar e vencer a luta no segundo round”, explica o atleta de 22 anos.
Para ele, o triunfo pode aproximá-lo de seu objetivo, que é o de competir em lutas internacionais. “Foi uma vitória muito importante. Tenho o sonho de disputar o próximo evento internacional do XFC. Estou como reserva, então se alguém não puder lutar, estarei pronto para substituir. Teremos a semifinal do GP realizada na Argentina e a final nos Estados Unidos”, conta Islan, que caso seja liberado pelo evento, fará sua próxima luta no dia 13 de dezembro.
O atleta agradece ao apoio dos treinadores Ronildo Soares dos Santos, o Nildão, da academia Geração Fight, e Paulo César Chevette, da Academia Gracie Barra, e a seus companheiros de treino. “Vários atletas lutam e estamos sempre aprendendo um com o outro, tanto em termos físicos como psicológicos. É como uma família”, relata.
Islan revela que não possui um ídolo no MMA. “Não tenho um lutador em que me espelho. Sou evangélico e por isso prefiro ler a bíblia antes das lutas e manter uma boa concentração”, acrescenta.
Ele, no entanto, faz questão de agradecer sua esposa Eliane e sua filha Maria Cecília, que tem um ano e nove meses de idade, assim como o restante da família, que ficou em Ipirá (BA), sua cidade natal. “Meus pais estão muito contentes. Lá as pessoas são muito unidas e meu pai faz muita divulgação das minhas lutas, com cartaz e tudo mais. As últimas três foram transmitidas ao vivo e a galera se reuniu para assistir. Isso é uma coisa muito gratificante. E agradeço demais à minha esposa, que é a pessoa que mais me ajuda”, completa.
Islan Reis conta com o apoio da Corpo & Cia Sumplementos (Chico) e ao nuticionista Tales Sambrano Vieira. O atleta, que paralelamente trabalha na área de construção civil, busca patrocínios para auxiliá-lo em seus próximos desafios.
XFC International 7 – Resultados Oficiais
Data: Sábado, 1º de novembro de 2014
Local: Ginásio do São Paulo Futebol Clube
Até 56,7kg: Allan “Puro Osso” Nascimento venceu Ruslan Abiltarov (UCR) por decisão unânime dos juízes – Superluta
Até 56,7kg: Julie Werner venceu Iryna Shaparenko (UCR) com um mata-leão aos 2 minutos e 30 segundos do primeiro round – Superluta
Até 77,1kg: Carlston Lindsay Harris (GUI) venceu Ariel Jaegger por decisão unânime dos juízes – GP peso meio-médio
Até 77,1kg: Cairo Rocha venceu Sergei Bal (RUS) por decisão unânime dos jurados – GP peso meio-médio
Até 52,2kg: Liana Ferreira Pirosin venceu Marcela Yineris (COL) por decisão unânime dos juízes – GP feminino peso-palha
Até 52,2kg: Marina Moroz (UCR) venceu Karine Silva com uma chave de braço aos 3 minutos e 25 segundos do primeiro round – GP feminino peso-palha
Até 52,2kg: Dora Perjes (HUN) venceu Luana Medeiros com uma chave de calcanhar os 3 minutos e 30 segundos do primeiro round – GP feminino peso-palha
Até 77,1kg: Paulo César dos Santos venceu por decisão dividida Anthony Suarez (VEN) – GP meio-médio masculino*
Até 52,2kg: Viviane “Sucuri” Pereira venceu Fernanda Priscila aos 3 minutos e 22 segundos do primeiro round por nocaute – GP peso-palha feminino.
Até 77,1kg: Michel Pereira venceu Geraldo Luan Santa com uma guilhotina aos 2 minutos e 40 segundos do primeiro round, – GP meio-médio masculino
Até 65,8kg: Islan Reis derrotou Romerio dos Santos por desistência técnica, o término do primeiro round – Luta Reserva peso-pena
Até 70,3kg: Willian Cilli venceu Reinaldo Ekson aos 2 minutos e 27 segundos do segundo round com uma chave de calcanhar – Luta Reserva peso-leve
*O duelo teve empate majoritário, mas, nas regras do torneio, não pode haver empate; a comissão de arbitragem decidiu, ao término da luta, pela vitória de Paulo César dos Santos

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade