Select Page

Araraquarense comemora retorno à Seleção Feminina



Bia Zaneratto comenta sobre lesão na clavícula, que a tirou dos gramados por quatro meses

Araraquarense comemora retorno à Seleção Feminina

Foram quatro meses longe dos gramados, o maior período que Bia Zaneratto já ficou longe desse lugar, que ela se sente tão bem. Não foi fácil. E para aumentar a angustia, a atacante convivia com a dor da fratura na clavícula. A lesão ocorreu no dia 17 de setembro, em um jogo de seu time, o Incheon Hyundai Steel Red Angels, pelo Campeonato Sul-Coreano.
“Foi uma trombada da zagueira adversária bem no meu ombro. Na hora eu cai no chão já gritando de dor. As primeiras  semanas é sempre dolorido, difícil para tomar banho, me movimentar e dormir. A dor é bem constante e forte. Também foi difícil o tempo e a demora para retornar, porque foram quatro meses para consolidar a fratura “, relembra a Imperatriz, como é chamada carinhosamente pelos fãs.
Descartada a cirurgia, o procedimento adotado foi imobilizar o ombro e esperar a cicatrização do osso. Meses de angustia até o reencontro com a bola. Nas duas primeiras semanas de convocação com a Seleção, apenas testes físicos e trabalhos na academia. A volta aos gramados foi gradativa e, aos poucos, Imperatriz e bola puderam se reencontrar. “Voltar a treinar é a melhor coisa do mundo. Tanto na parte da academia como na do campo. Matar a saudade da bola foi a melhor sensação possível! No começo, sente um pouquinho fisicamente, mas é melhor a sensação perceber que está voltando”, explica.
A lesão de Bia a tirou de dois importantes amistosos da Seleção Brasileira, diante da Inglaterra e da França. Também ficou de fora das últimas seis rodadas do Campeonato Sul-Coreano. De longe, a atacante viu seu time conquistar o sexto título nacional seguido. Visando o melhor retorno aos gramados, a jogadora foi liberada pelo clube a permanecer com a Seleção durante os 40 dias de treinamentos. “Já estou totalmente liberada, treinando normalmente com o grupo e pronta para os próximos desafios. Agora temos o Torneio She Believes e sendo convocada espero dar o meu melhor. Contribuir da melhor forma possível para essa preparação tão importante para a Copa do Mundo”, revela Bia Zaneratto.
Beatriz segue treinando com a Seleção em Itu (SP) até o dia 23 deste mês. O técnico Vadão irá anunciar uma nova lista, no dia 22 de fevereiro,  de jogadoras que irão disputar o Torneio She Believes, nos Estados Unidos.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Publicidade

Arquivos