Selecione a página

Voluntários de programa social nos presídios são homenageados na Câmara Municipal

Trabalho ocorre nas quatro unidades prisionais da cidade e leva conforto espiritual aos detentos

Voluntários de programa social nos presídios são homenageados na Câmara Municipal

Voluntários que atuam no Programa Social Universal nos Presídios (UNP) foram homenageados na Câmara Municipal de Araraquara, na noite da quinta-feira, dia 25. Eles levam ensinamentos do Evangelho para os detentos das quatro unidades prisionais da cidade de Araraquara, apoio espiritual e social, além de auxílio direto aos familiares deles. O trabalho também se dá em outras, cerca de, mil unidades em todo o país, há mais de 30 anos. “Na medida do possível, o trabalho diminui o sofrimento de quem está privado da liberdade. Como resultado, mudanças de comportamento significativas acontecem entre os detentos”, afirmou o Bispo Eduardo Guilherme, coordenador nacional do programa.

O vereador Pastor Raimundo Bezerra, entregou placas de homenagens ao coordenador e à Missionária Luciene, responsável pelo trabalho feminino da UNP em todo o Brasil. O programa colabora, ainda, com a doação de alimentos, kits de higiene, Bíblias, livros e serviços de saúde e bem-estar, em unidades prisionais (masculinas e femininas) em todo o País e em diversas partes do mundo.

Recuperação do indivíduo

Os voluntários que atuam na cidade de Araraquara estavam no Plenário da Câmara, para receberem sua homenagem, como reconhecimento e agradecimento. As três unidades de Araraquara: a Penitenciária Regional, o Anexo de Detenção Provisória e os Centros de Ressocialização Feminino e Masculino de Araraquara, são servidos pelo trabalho deste programa.

O vereador Jéferson Yashuda Farmacêutico, presidente da Câmara, conduziu o evento, que contou com a presença do prefeito de Araraquara, Edinho Silva, dos vereadores Pastor Raimundo Bezerra, Tenente Santana – vice-presidente da Câmara, Elton Negrini e José Carlos Porsani, dos diretores das unidades prisionais da cidade, Tuca Serraglio (CR Masculino), Jucélia Silva (CR Feminino) e Rodrigo Redivo (Penitenciária Regional e Anexo de Detenção Provisória), e Pastor Pedro (responsável regional da UNP).

Em suas falas, todos abordaram a necessidade de recuperação do indivíduo, que está temporariamente privado da liberdade, mas, que, em algum momento retornará ao convívio social e para isto precisa estar preparado, em diversos aspectos, inclusive o espiritual, abordagem do programa da UNP, instituído pela Igreja Universal do Reino de Deus.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade