Select Page

Vereador solicita melhorias para a Praça Scalamandré Sobrinho



Após denúncia do jornal O Imparcial, Tenente Santana (MDB) pede providências

Vereador solicita melhorias para   a Praça Scalamandré Sobrinho

Na edição de sexta-feira (23) do jornal O Imparcial, nossa reportagem denunciou, com exclusividade, a falta de infraestrutura e de segurança que há na Praça Scalamandré Sobrinho, em frente à Arena da Fonte.

Após o caso ser divulgado, o vereador Tenente Santana (MDB) demonstrou preocupação e visitou os comerciantes dos quiosques de alimentação e encaminhou expediente ao Poder Executivo Municipal solicitando melhorias no sistema de câmeras de videomonitoramento da praça. Santana faz o mesmo pedido à Guarda Civil Municipal e à Polícia Militar solicitando mais vigilância no local, principalmente durante a noite.

Reclamações constantes de atos de vandalismos, furtos, tráfico e consumo de drogas, bem como o uso do local como “motel” ao ar livre, são feitas pelos comerciantes e moradores das proximidades.

Tenente Santana recebeu pedido dos comerciantes para interceder junto à Prefeitura visado à remoção das lixeiras das proximidades dos quiosques, que não tendo manutenção exalam cheiros desagradáveis, além de permitir o ajuntamento de insetos, situações que desagradam os frequentadores e depreciam os comércios, além de ser inapropriados e insalubres para a venda de alimentos. O vereador acompanhará os procedimentos solicitados para o local.

À reportagem do O Imparcial o comerciante Marcão da Cocada relatou sua indignação com o tratamento dispensado pela prefeitura municipal aos comerciantes do local, que não possuem nem mesmo um banheiro para uso pessoal.

Ele explicou que na noite de quinta-feira (22), foi  furtado pela sexta vez. “Tive um prejuízo de R$ 6 mil. Quem vai pagar meu prejuízo? Eu tinha colocado uma grade para tentar evitar os roubos, mas o prefeito Edinho entrou com uma ação contra nós na justiça pedindo a retirada da proteção, alegando que eu mexi na estrutura do prédio. Agimos dentro da lei e fizemos a retirada das grades e agora cadê a segurança? Se a prefeitura não tem condições de dar segurança para o povo então não podem cobrar impostos. Cadê os guardas municipais? Estou trabalhando e não tenho segurança nenhuma aqui para nos respaldar em uma praça pública que é patrimônio de Araraquara e que é frequentada por famílias. Esperamos uma resposta do poder público”, reclamou Marcão.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos