Selecione a página

Sob pressão em redes sociais e do PSDB, Doria dá continuidade ao Projeto Guri

Bastidores da decisão teve pressão interna até mesmo de aliados

Sob pressão em redes sociais e do PSDB,  Doria dá continuidade ao Projeto Guri

Adriel Manente

Um dos maiores projetos sociais mantidos pelo governo estadual, que atende a milhares de crianças, esteve ameaçado de acabar. No último sábado (30), o governador João Doria (PSDB) havia acenado com um corte de orçamento do projeto, que praticamente selaria o fim do Guri. Porém, uma reviravolta aconteceu e, no início da tarde dessa segunda-feira (1º), em coletiva no Palácio dos Bandeirantes, o governador voltou atrás e anunciou a continuação do projeto em todo o Estado. Porém, nos bastidores, houve desentendimentos, até mesmo entre membros do próprio partido.

Protesto velado

Segundo Rafael de Angeli, vereador araraquarense pelo PSDB, um encontro em São Paulo marcou a reviravolta. Determinado ao fim do projeto, o governador João Doria teve de enfrentar pressão interna, até mesmo do próprio partido, que era totalmente contra a decisão arbitrária. “No sábado participei do Encontro Estadual de vereadores do PSDB. A indignação pelo fim do Projeto Guri foi enorme dentro do próprio partido. Estávamos em cerca de 150 vereadores de todos os cantos de São Paulo e foi unânime a posição de reivindicar ao governador que reveja a decisão”, explicou.

A decisão do tucano também foi amplamente rejeitada por internautas em redes sociais que fizeram campanha com o tema: #Fica Guri.

Segundo o vereador araraquarense, vereadores próximos do governador João Dória também foram contra o fim do projeto, casos do vereador João Jorge (líder do governo Doria na Câmara de São Paulo) e o vereador Daniel Annenberg (ex-secretário do governador, que inclusive se manifestou no Facebook contra o fim do projeto).

“No domingo tivemos um encontro com o Marco Vinholi, Secretário do Interior (Secretário de Desenvolvimento Regional do Estado de São Paulo) e mais uma vez o questionei sobre o Projeto Guri. Ele me disse que o governo está reavaliando a decisão”, finalizou.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade