Selecione a página

Simulado de incêndio envolve 200 pessoas no Shopping Jaraguá

O exercício serviu para treinar equipe do estabelecimento para uma situação de abandono e gerenciamento de crise

Simulado de incêndio envolve 200  pessoas no Shopping Jaraguá

José Augusto Chrispim

O Shopping Jaraguá realizou, na manhã dessa quarta-feira (2), um Simulado de Abandono e Gerenciamento de Crise de grande porte, inédito na região em locais de grande concentração de público, com características muito próximas as encontradas em eventos infortúnios. O exercício, que contou com a participação de cerca de 200 pessoas, entre elas, 150 funcionários e lojistas do shopping que integram a Brigada de Incêndio, envolveu diversas instituições atuantes em situações críticas, como Corpo de Bombeiros, Polícia Militar, Coordenadoria de Trânsito, Guarda Municipal, Defesa Civil, SAMU e autoridades municipais.

Muito próximo de situações reais, o simulado contou também com a evacuação do prédio e remoção de feridos. Durante o exercício houve a simulação de vítimas com ferimentos de diferentes gravidades. Ao todo foram 10 vítimas, sendo três leves, quatro médias e três vítimas graves. Todas elas foram encaminhadas por ambulâncias do SAMU, Master Med e do Resgate do Corpo de Bombeiros para a Santa Casa.

Segurança da população

De acordo com a assessoria de imprensa do Shopping Jaraguá, a realização do Simulado reflete o apreço do centro comercial com a segurança de sua população fixa e clientes – em torno de 10 mil pessoas/dia. Também demonstra o apreço com a vida.

Plano complexo

De acordo com o superintendente do shopping, Douglas Borges, o simulado, que foi o primeiro realizado no local, foi resultado de um plano complexo que foi desenhado nos últimos 6 meses. “O trabalho envolveu toda a equipe de brigadistas, que trabalhou de forma conjunta para que chegássemos a esse resultado muito positivo. O pilar central sempre foi a preservação das vidas. Para isso, realizamos treinamentos mensais que servem como um desenvolvimento social de preparação de nossos colaboradores de como agir em uma situação de crise. Hoje tivemos alguns problemas nas comunicações através dos rádios, mas ao final tudo foi resolvido e a avaliação geral do exercício foi muito boa. Mas vamos continuar trabalhando para que da próxima vez seja ainda melhor e mais diversificado”, relatou Borges para a reportagem de O Imparcial.

Pioneirismo

Apesar de já fazerem parte do protocolo de locais de grande concentração de público como a empresa Embraer ou o Poupa Tempo, o Simulado foi pioneiro na cidade em locais de varejo, entretenimento e lazer. O evento serviu também para que empresas e órgãos públicos saibam como agir em situações graves.

Capacidade de resposta

Para o comandante do Corpo de Bombeiros de Araraquara, Capitão PM Fernando Roberto, esse tipo de ação permite aos profissionais envolvidos treinarem de forma muito próxima da realidade. “O nosso intuito é sempre estarmos treinando e nos aperfeiçoando para a cada dia atendermos melhor a população. Além disso, ações como essa nos permitem analisar de forma crítica a nossa capacidade de pronta resposta em uma emergência”, explicou o capitão.

 

O Simulado contou com dois pontos críticos dentro do shopping

 

O comandante do 13º batalhão PM, Coronel Adalberto e o comandante do Corpo de Bombeiros, Capitão Fernando, participaram do exercício

 

Cerca de 200 pessoas participaram do Simulado

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade