Select Page

Advertisement

Sessão Extraordinária na Câmara discute vendas da Atlética e do Estrela



Quinta-feira, 16 horas, no Plenário da Câmara, vereadores discutem se dão autorização para a venda das áreas públicas

Sessão Extraordinária na Câmara discute vendas da Atlética e do Estrela

Publicidade

Advertisement

A Câmara Municipal de Araraquara convocou Sessão Extraordinária para a tarde desta quinta-feira, dia 12, às 16 horas, a pedido da Prefeitura, para discutir a venda de duas áreas públicas: o campo da Associação Atlética Ferroviária, no Jardim Paulista, sem que no projeto seja apontado o comprador, e a área do antigo Estrela Futebol Clube, esta, destinada ao Departamento Autônomo de Água e Esgoto. Os valores apurados pelos avaliadores da Prefeitura somam quase 10 milhões de reais (R$ 9.880.432,42). Um terceiro projeto também será votado, atribuindo denominação à uma academia ao ar livre, no Jardim Universal, que a Prefeitura programou para ser inaugurada no final de semana.

A área da Atlética, localizada próximo à sede da Secretaria Municipal da Educação e da Escola Municipal de Dança, no Jardim Paulista, tem 14.838,30 m², com 590 m² de benfeitorias, ou seja, de construção, no caso vestiários e outras salas, com idade aparente de mais de 50 anos. Seguindo normas da ABNT – Associação Brasileira de Normas Técnicas e do IBAPE – Instituto Brasileiro de Avaliações e Perícias de Engenharia, considerando informações do mercado imobiliário e até padrões de fator depreciativo (fórmula Ross/Heidecke), o valor da área foi estimado em R$ 3.288.860,85). Juntos aos documentos enviados à Câmara aparecem duas declarações, das Secretárias Municipais da Saúde e da Educação, afirmando que não há projetos de ocupação ou implantação de algum serviço para o referido imóvel.

Já a área do Antigo Estrela Futebol Clube, localizado na Avenida José Parisi, recebido em doação pela Prefeitura no ano de 2009, tem 16.247,60 m² de área, além de diversas construções, como quadras, mini campos, piscinas, salão de festas, barracão de campos de malha, bocha e bar; vestiários, reservatório de água, poço artesiano, prédio onde era a sede do Fundo Social de Solidariedade, casa do zelador e outros, totalizando 7 mil m². No laudo de avaliação estão descritas as estruturas de todas as edificações, junto com suas avaliações individuais. Somados os valores atribuídos ao terreno e edificações, temos R$ 6.791.098,37. Igualmente há ofícios das secretarias municipais da Saúde e Educação, apontando não haver projetos para implantação de serviços no imóvel.

O terceiro projeto trata da denominação de uma academia ao ar livre, localizada na Praça Américo Andrião, no Jardim Universal. Por meio de indicação do vereador e presidente da Câmara Municipal, Jéferson Yashuda Farmacêutico, a Prefeitura inaugura esta academia no final de semana, dando o nome da professora Eunice de Oliveira Amorim ao espaço. Eunice realizou trabalhos de alfabetização na Escola Rainha Universal, que funcionava no barracão comunitário da igreja, ao lado da academia, em outras escolas do município e também na zona rural da cidade, demonstrando vocação de alfabetização desde os 15 anos de idade. Foi ainda a primeira professora de seus oito filhos, ensinando-os a ler e a escrever antes mesmo de irem à escola. O vereador recebeu o pedido da homenagem dos próprios moradores do bairro. Ela faleceu em maio de 2011, aos 85 anos de idade.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

  • Torcedor

Arquivos