Selecione a página

Sessão da Câmara conta com cobra, escorpião e carro abandonado

Pedido de mudança no período de férias dos professores foi rejeitado por 12 votos a 5

Sessão da Câmara conta com cobra, escorpião e carro abandonado

José A C Silva

Ontem (13), na sessão da Câmara Municipal, o vereador José Carlos Porsani (PSDB) falou das ocorrências de pessoas picadas por escorpiões em Araraquara, principalmente em escolas da rede pública. Chateado, Porsani não quis culpar o prefeito Edinho Silva (PT), mas verbalizou que esta infestação não pode continuar. “É muito triste, uma menina de 10 anos foi picada por um escorpião na sala de aula da Escola Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Professor José Roberto de Pádua Camargo, no bairro Jardim Dom Pedro”, disse.

A professora, mediante a reclamação da aluna, vasculhou a sala de aula e encontrou um escorpião de porte pequeno que, possivelmente, seria o que tinha picado a aluna.

A criança foi encaminhada para a UPA da Vila Xavier, onde foi medicada.

Edio

O parlamentar Edio Lopes (PT) mostrou um depoimento de uma senhora que teve sua casa invadida por cobra e escorpião devido a sujeira no bairro. Segundo o vereador o bairro foi limpo e também foi feito no local um campo de futebol.

Santana

O Vereador Tenente Santana (MDB) agradeceu o empenho da Guarda Civil Municipal de Araraquara, que conseguiu localizar o proprietário do veículo sucateado que estava abandonado defronte à escola do Jardim América, que, após ser notificado, providenciou sua remoção. Cabe destacar que Santana foi procurado por moradores do Bairro Jardim América e também pela direção da escola, que não aguentavam mais ver aquele veículo acumulando lixo e servindo de criadouro de insetos, ratos e baratas, o que motivou Santana a solicitar o empenho da GCM na tentativa de localizar o seu proprietário, pessoa que já residia, há tempos, em outro bairro.

Santana esclareceu que a Lei Complementar n.º 826/12, de sua autoria, que tornou proibido, nas ruas da cidade, subdistrito e distrito, abandonar ou manter veículo sem condições de tráfego, será cumprida com mais agilidade e eficiência assim que for firmado o convênio entre o Município e o Órgão Estadual de Trânsito, que permitirá à Prefeitura contratar um pátio, onde serão colocados os veículos abandonados. Atualmente as remoções são feitas, exclusivamente, pelos próprios proprietários quando encontrados e notificados, situação que traz dificuldades quando não se localiza os proprietários “irresponsáveis”.

Férias

Foi aprovado o projeto da Prefeitura que altera a Lei Municipal nº 6.251, de 19 de abril de 2005, que dispõe sobre o Plano de Carreiras, Cargos e Vencimentos da Prefeitura do Município de Araraquara, de modo a alterar, temporariamente, o período de férias dos integrantes do magistério
público do município de Araraquara.
O período de férias proposto é de 10 dias no mês de janeiro e outros 20 em julho, podendo, ainda, estes 10 dias serem convertidos em abono pecuniário, ficando o segundo período também com 10 dias. Na lei original,
considera-se o período de férias ocorrendo todo durante o mês de janeiro.
Segundo a justificativa do projeto, tal conversão de dias garantiria em calendário escolar, antes do início do ano letivo, alguns dias para formação dos docentes e planejamento do ano letivo. Esta mesma modificação temporária,
proposta agora, já ocorreu em anos anteriores.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade