Selecione a página

Prefeitura explica prazo e critérios para contratações temporárias em programa de combate à dengue

Prefeitura explica prazo e critérios para contratações temporárias em programa de combate à dengue

Em entrevista ao programa “Canal Direto com a Prefeitura”, na quinta-feira (7), a secretária municipal de Gestão e Finanças, Juliana Agatte, explicou o cronograma das etapas do processo que antecede as contratações das pessoas que irão compor as equipes do programa de apoiadores no combate à dengue em Araraquara.

Segundo Juliana, das cerca de 2.900 pessoas que se inscreveram no programa, 260 foram desclassificadas por não obedecer aos critérios do edital, como período mínimo de condição de desempregado. As listas (com classificados e não classificados) estão publicadas nos Atos Oficiais desta sexta-feira (09), bem como foram disponibilizadas no site da Prefeitura

(www.araraquara.sp.gov.br).

Etapas

“Já temos a lista dos classificados, de acordo com o critério do edital. Houve o período de inscrição após a publicação do edital aprovado pela Câmara Municipal, e a partir dos vários critérios estabelecidos com o viés socioeconômico e de vulnerabilidade social foi publicada a classificação”.

A secretária acrescentou ainda que foram estabelecidas algumas regras, como a forma em que as pessoas irão trabalhar, em consonância com o grande objetivo que é o combate à dengue no município. “É preciso ficar claro que estes colaboradores foram contratados através de um edital de serviço temporário, ou seja, são servidores públicos temporários”, ressaltou.

Outros passos

A partir da publicação dos classificados, também há três dias úteis de prazo – sexta-feira, 8 de março; segunda-feira, 11; e terça-feira, 12 – para recursos, “pelo direito das pessoas de contestar o resultado, caso alguém se considerar prejudicado no processo”, segundo Juliana.

Na sequência, será publicada a lista final dos classificados, que em seguida homologará o resultado do processo seletivo temporário.

Após a homologação, os apoiadores começam a ser chamados de acordo com as necessidades da Prefeitura. Na sequência, farão o exame admissional e passarão por um treinamento sobre a proposta do programa de combate à dengue, ainda de acordo com que foi debatido com o Ministério Público do Trabalho.

Juliana Agatte concluiu que após essas etapas, a previsão é que entre o final de março e o início de abril essas pessoas já estejam atuando para somar nas ações de combate à dengue no município, junto com as equipes da Secretaria Municipal de Saúde.

Últimos Vídeos

Carregando...

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade