Select Page

Prefeitura e MPSP realizam palestra sobre ozonioterapia



Nova prática integrativa do SUS será abordada em evento neste sábado (27), às 10h, na Associação Paulista de Medicina

Prefeitura e MPSP realizam palestra  sobre ozonioterapia

Nova prática integrativa do SUS (Sistema Único de Saúde), a ozonioterapia será tema de palestra promovida pela Secretaria Municipal de Saúde e pelo Ministério Público (Promotoria de Araraquara) neste sábado (27), às 10h. A palestra “Ozonioterapia – Estudos Atuais” será na Associação Paulista de Medicina (APM), que fica na Rua Voluntários da Pátria, nº 1478, no Centro.
A palestra será ministrada pela Dra. Wendy Falzoni, presidente do Colégio Médico Brasileiro de Ozonioterapia (CMBO) e fundadora da Associação Brasileira de Ozonioterapia (ABOZ). É voltada para profissionais de Saúde, com nível superior, como médicos, enfermeiros, farmacêuticos, odontólogos, fisioterapeutas, terapeutas ocupacionais etc.
A ozonioterapia é prática integrativa e complementar que, desde março do ano passado, foi incorporada à Política Nacional de Práticas Integrativas e Complementares (PNPIC) do Governo Federal. Fazendo uso de aparelhos especiais (geradores de ozônio), obtém-se uma mistura dos gases oxigênio e ozônio, utilizada de diversas formas para tratar ou prevenir centenas de doenças.
As inscrições para a palestra (sem custos para os participantes) devem ser feitas até dia 25 de abril no site da Prefeitura, no www.araraquara.sp.gov.br. Logo no topo da página, o internauta pode clicar no banner e ser direcionado à página das inscrições. Os participantes irão receber certificados expedidos pelo CMBO.

Natural
Segundo a Portaria nº 702/18, do Ministério da Saúde (MS), a ozonioterapia é uma prática de baixo custo, com segurança comprovada e reconhecida, utilizada há décadas em países como Itália, Alemanha, Espanha, Portugal, Rússia, Cuba e China, entre outros.
Ainda segundo o ministério, o ozônio é uma molécula biológica, presente na natureza e produzida pelo organismo. “O ozônio medicinal (sempre uma mistura de ozônio e oxigênio), nos seus diversos mecanismos de ação, representa um estímulo fisiológico que contribui para a melhora de diversas doenças, uma vez que pode ajudar a recuperar de forma natural a capacidade funcional do organismo humano e animal”, cita o documento.
O coordenador de Atenção Especializada da Secretaria de Saúde, Edison Rodrigues Filho, explica que a ozonioterapia é uma prática nova e que, portanto, precisa ser apresentada aos profissionais de Saúde e à população. “Estamos no processo de incorporação dessa prática aqui em Araraquara. Então, os profissionais têm a necessidade de conhecer e aprender a usá-la”, afirma o coordenador.

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Publicidade

Arquivos