Selecione a página

Policial militar é morto com requintes de crueldade em Américo Brasiliense

O corpo do cabo PM Mathias foi encontrado carbonizado dentro do carro e com sinais de tortura

Policial militar é morto com requintes de crueldade em Américo Brasiliense

José Augusto Chrispim

O corpo do cabo da Polícia Militar Elias Mathias Ribeiro, de 50 anos, foi encontrado carbonizado dentro de seu carro, na madrugada desta terça-feira (4), no meio de um canavial que fica às margens da Vicinal José Barbanti Neto, que liga Américo Brasiliense a Rodovia Antônio Machado Sant’Anna (SP-255). A arma e as algemas do PM estavam no interior do carro incendiado.

Segundo o apurado, por volta de 2h15 da madrugada, o Corpo de Bombeiros foi acionado para controlar as chamas que consumiam um veículo no meio do canavial. Bombeiros e a Polícia Militar foram ao local, e depois de apagado o incêndio que destruiu o Hyundai/ Tucson, de cor prata, os PMs encontraram o corpo de um homem carbonizado no banco traseiro do carro. O corpo estava enrolado em um colchão e aparentemente teve as pernas quebradas. A pistola, o colete a prova de balas e as algemas do policial estavam dentro do carro.

O cabo Mathias foi identificado a princípio pela placa do carro que pertencia a ele. Em seguida foram feitas diligências na sua casa, mas ele não foi encontrado. O cabo estava na Polícia Militar há 30 anos e atualmente trabalhava como motorista do comandante do 13º BPM-I, Tenente Coronel PM Adalberto.

A Polícia Científica foi acionada e realizou a perícia no local do crime. A Polícia Civil deve investigar o caso como homicídio. O corpo do PM foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) local para exames.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade