Selecione a página

Nova paralisação dos caminhoneiros não tem adesão

O STF ainda vai decidir sobre a constitucionalidade da tabela do frete, uma das reivindicações da greve que parou o Brasil em maio

Nova paralisação dos caminhoneiros não tem adesão

Deflagrada na manhã desta segunda-feira (10), a nova paralisação dos caminhoneiros não tem tido a adesão esperada dos membros da categoria.
Dos três pontos considerados estratégicos para o tráfego de caminhões que foram fechados, dois já foram liberados pelos manifestantes: a Reta da Alemoa, em Santos, e o trecho da Dutra que passa por Pindamonhangaba (SP). A parte da rodovia que passa por Volta Redonda (RJ) ainda registra bloqueio.
O movimento ocorre em resposta à decisão de Luiz Fux, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), que suspendeu temporariamente a cobrança de multas relativas ao descumprimento dos preços mínimos da tabela do frete, na semana passada. Importantes entidades do setor, como a Confederação Nacional dos Transportes (CNT), se posicionaram contra a nova paralisação.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade