Selecione a página

NOVA EUROPA: Primeira morte por dengue é registrada

Região já tem seis casos de morte pela doença em 2019; Cinco deles em Araraquara

NOVA EUROPA: Primeira morte por dengue é registrada

 

Adriel Manente

Segundo a Secretaria Municipal de Saúde de Nova Europa, Marcionílio Messias da Silva, de 66 anos, falecido mês passado, é o primeiro registro de óbito por dengue na cidade. A informação foi confirmada nesta terça-feira (26) pelo órgão público. Esta é a 6ª morte registrada na região atribuída a doença transmitida pelo Aedes Aegypti. Das seis até agora, cinco foram confirmadas em Araraquara, que vive um dos maiores surtos da doença no Estado, com 4.771 casos até agora.

De acordo com a Vigilância em Controle de Vetores de Nova Europa, o município, vizinho a Araraquara, tem 315 notificações de dengue que estão sendo investigadas e 90 casos confirmados. Vale lembrar que, de acordo com o último levantamento populacional feito pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) no ano passado, Nova Europa tem pouco mais de 11 mil habitantes.

Morte de Nova Europa

Segundo informações da Secretaria Municipal de Saúde de Nova Europa, Marcionílio foi à Santa Casa de Nova Europa com os sintomas da doença em 17 de fevereiro. A partir daí, ele viu seu quadro se agravar, foi transferido para a Unidade de Terapia Intensiva (UTI) em Ibitinga, onde ficou internado por dois dias, mas não resistiu.

Mortes em Araraquara

Já em Araraquara, os quase 5 mil casos já vitimaram 5 pessoas. Priscila Jung, de 28 anos, Ângela Maria, de 66 anos, Sirlei Bueno, de 33 anos, além de dois idosos que não tiveram identidade divulgada, um de 83 e outro de 85 anos.

Mobilização na cidade vizinha

A Vigilância de Nova Europa afirmou que mantém o combate ao mosquito Aedes Aegypti diariamente na cidade. Todos os dias, agentes de saúde da cidade fazem nebulização e removem possíveis focos nas residências.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade