Selecione a página

Mulher Pepita será atração da Parada LGBTQIA+ de Araraquara

Mulher Pepita será atração da  Parada LGBTQIA+ de Araraquara

Neste domingo (25) tem a 9ª edição da Parada do Orgulho LGBT de Araraquara (LGBTQIA+) e está confirmada a alteração: Mulher Pepita será a atração principal, substituindo a cantora Lexa que havia sido anunciada previamente na programação.

Considerada uma das primeiras funkeiras transexuais do Brasil, Mulher Pepita tem um trabalho frequentemente associado ao ativismo LGBT. Ela passou a ter seus posts viralizados na internet por militar pelos direitos de transsexuais e travestis.

A representatividade da Mulher Pepita – cantora, compositora e dançarina – é de suma importância num país como o Brasil, que lidera o ranking mundial de assassinatos de transsexuais e travestis.

Vale lembrar que esta edição da Parada vem com o tema “Viver livre na morada que amamos” e concentração no Parque Infantil, a partir das 14 horas. Além da Parada, diversas outras atividades fazem parte da programação gratuita do Mês Municipal da Cidadania LGBT/ LGBTQIA+, realizada pela Assessoria Especial de Políticas LGBT vinculada à Secretaria Municipal de Planejamento e Participação Popular.

Programação

A Parada deve percorrer a Rua Nove de Julho, subir a Avenida Bento de Abreu, na Fonte Luminosa, até chegar ao Palco Principal na Praça Scalamandré Sobrinho, onde DJs e drag queens se apresentarão. Assim como na edição do ano passado, contará com um intérprete de libras, além de área vip para cadeirantes, a fim de garantir uma Parada inclusiva.

Wilton Vital e a drag Málaga Valência comandarão o evento, apresentando os DJs e drags convidadas. O time de DJs chega com: Marcus Beats, Raissa Assunção, Will Tomé, Nova Malibu, Trava System e Mayck. Já as apresentações artísticas, trazem: Catarina DeBoshée, Luna Scarlett, Lunna Dee, Tayra Moon, Dafiny Muller, Vanessa Lautenschlager, além de Lohanny Valencia, Casixtranha, Ellyn Top, Ro Drag e outras atrações livres.

A 9ª Parada do Orgulho LGBT de Araraquara (LGBTQIA+) é realizada pela comissão organizadora da parada composta por Coletivo UMLGBTQIA+, ONG Diversitá In Foco, Coletiva BE, Organização do Bloco Diversidade Folia, organização do Miss Gay e Miss Trans, Encontro Brasileiro de Organizações de Paradas LGBTs, Conselho Municipal LGBT, militantes eleitos em assembléia  e Prefeitura de Araraquara por meio da Assessoria Especial de políticas LGBT, Secretaria de Planejamento e Participação Popular, Secretaria de Cultura e Fundart, Secretaria de Comunicação e Secretaria  de Saúde (Programa IST/AIDS).

Ainda, até o dia 08 de dezembro, diversas atividades serão realizadas do Mês Municipal da Cidadania LGBT. Um seminário sobre os “Direitos e Saúde da População LGBT” acontece no Teatro Wallace Leal, no dia 22, a partir das 19 horas, enquanto no dia 23 tem exibição do Cine LGBT, com o filme “O T da questão”, às 21 horas, na Praça Pedro de Toledo.

No dia 24 haverá a Expo Bee, uma feira municipal de empreendedorismo e também artística de LGBTs – será no Paço Municipal, das 13 às 19 horas. Nesta programação será realizada, às 15 horas, a roda de conversa “Negros, negras e negrxs LGBT”. Neste dia, às 19 horas, acontece o Festival Regional de Drags Queens e o Prêmio Divine, no Teatro Wallace Leal.

Três campanhas virtuais também estão inseridas no programa: Dia Internacional da Memória Transgênero (realizada no último dia 20), Dia da Visibilidade Assexual (dia 26) e Dia da Visibilidade Pansexual (dia 08 de dezembro). Toda a programação é gratuita.

Últimos Vídeos

Carregando...

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade