Selecione a página

Moradora recebe conta de água de R$ 46 mil

Moradora recebe conta de água de R$ 46 mil

Na tarde de quinta-feira (13), o vereador Rafael de Angeli (PSDB) esteve no Departamento Autônomo de Água e Esgotos (Daae), mediando uma reunião entre o superintendente, Donizete Simioni, e Roberta Barone, moradora da cidade.

Há alguns meses, Roberta tem recebido contas de água com valores que extrapolam o que ela realmente consome e costuma pagar. Em outubro, a moradora recebeu uma conta com valor de R$ 46.493,58. Imediatamente procurou o Daae, onde entregou o laudo de um vazamento. “Contratei uma empresa especializada que constatou um vazamento no subsolo da residência”, explica a moradora.

Foi aberta uma ordem de serviço na autarquia. Em novembro, recebeu uma conta em torno de R$ 6 mil reais, que foi revisada, chegando ao valor de R$ 566,54.

“Moramos eu e meu filho em casa, passamos o dia fora”, ressaltou Roberta, dizendo ainda que a medição sempre foi feita pela média, já que o hidrômetro não estava instalado no muro e nunca havia ninguém em casa, e não pelo consumo real, para que a cobrança fosse efetuada corretamente. Mesmo tendo o vazamento consertado, a conta referente ao mês de dezembro veio no valor de R$ 8.288,10.

Simioni reconheceu que os valores são altos e fará um estudo de caso para que a moradora pague o valor do seu consumo. “Aconselho a não pagar nenhuma dessas contas. Nós vamos avaliar o que aconteceu, refazer os cálculos e tirar a média para uma cobrança mais justa”, declarou. Um novo relógio foi instalado recentemente na casa de Roberta. Por isso, de acordo com o superintendente, “vai demorar uns dois meses para regularizar, mas acredito que, após esse período, a consumidora passe a pagar até menos que o valor a que está acostumada”.

Angeli ressalta que irá aguardar os estudos e acompanhar o caso. “Vamos aguardar a revisão das contas da Roberta, pois os valores foram realmente estratosféricos. Daria para comprar um terreno ou até uma casa com este preço”.

Na oportunidade, o parlamentar entregou para o superintendente do Daae, demandas encaminhas ao departamento e que ainda não obteve respostas, e também cobrou a individualização de relógios nos prédios do Condomínio “Ulisses dos Santos” (Cociza). A separação da cobrança foi finalizada somente no bloco 1 do condomínio, e o vereador tem recebido questionamentos sobre quando isso será feito nos outros prédios. Simioni disse que, no momento, o Daae não tem condições estruturais para efetuar as obras. “Vou colocar como meta de 2019, contratar uma equipe e retomar as obras”.

Últimos Vídeos

Carregando...

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade