Select Page

Márcia Lia rebate crítica de que MST é um movimento terrorista



O novo secretário de Agricultura do Estado disse que não vai aliviar

Márcia Lia rebate crítica de que MST é um movimento terrorista

O produtor rural Gustavo Junqueira, anunciado nesta quinta-feira, 8, pelo governador eleito de São Paulo, João Doria (PSDB), como titular da pasta da Agricultura, disse hoje que considera o MST um grupo terrorista. “Minha visão é que o MST é uma organização terrorista. Não sou partidário que a gente tenha que aliviar”, disse ele, que é ex-presidente da Sociedade Rural Brasileira (SRB).

Após a declaração do futuro secretário, a deputada Estadual Petista Márcia Lia, enviou uma nota a imprensa lamentando sua fala.

Nota à imprensa

Lamentável a fala do novo secretário estadual da Agricultura, ruralista Gustavo Junqueira, sobre a reforma agrária e o MST, ao classificar a primeira de obsoleta e o segundo de movimento terrorista. Certamente ele não tem conhecimento aprofundado do trabalho nos assentamentos, que produzem 70% dos alimentos que chegam à mesa dos paulistas e das dificuldades para produzir. Também, não conhece a importância do MST para a efetivação da reforma agrária e para que terras ociosas – e cujos donos devem fortunas ao estado – cumpram sua função social. E para a afirmação da própria democracia.
Não há mais espaços na sociedade para análises excludentes e superficiais. A questão da terra e sua destinação merecem atenção para que os temas em questão não sejam tratados de forma preconceituosa e sim, com a devida importância que têm.
Nosso mandato seguirá na defesa e na valorização dos assentamentos, da reforma agrária e dos movimentos sociais pela terra buscando o diálogo e o entendimento com o governo e com a sociedade.

Márcia Lia
Deputada estadual reeleita

Últimos Vídeos

Loading...

Charge do Dia

Publicidade

Arquivos