Selecione a página

Jair Bolsonaro defende punição ao filho, caso culpado

Presidente falou também sobre a proposta da Previdência que será instaurada

Jair Bolsonaro defende punição ao filho, caso culpado

Da Redação

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) se pronunciou nesta quarta-feira (23) a respeito de seu filho e senador do Rio de Janeiro, Flávio Bolsonaro (PSL-RJ). Ele disse que se lamentará muito se as suspeitas se confirmarem, e disse que, se culpado, Flávio deverá pagar por suas ações. O presidente participa do Fórum Econômico Mundial em Davos na Suíça, mas está atento ao que acontece no Brasil.

Em declarações a agência de notícias internacional “Bloomberg”, o presidente afirmou que, caso haja firmamento nessas suspeitas, o senador Flávio Bolsonaro deve ser punido, além disso, chamou as acusações de ações inaceitáveis. “Se por acaso Flávio errou e isso ficar provado, eu lamento como pai. Se Flávio errou, ele terá de pagar preço por essas ações que não podemos aceitar”, disse o presidente.

O relatório do Conselho de Controle de Atividades Financeiras (Coaf) sobre as movimentações financeiras atípicas do ex-assessor e motorista do senador eleito Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, e de outros assessores da Assembleia Legislativa do Rio (Alerj), continuam ganhando novos capítulos. Agora ele será investigado pela Receita Federal.

Planos para o Brasil

Jair Bolsonaro falou também sobre a proposta da Previdência que será instaurada. Segundo ele, o projeto trará cortes “substanciais” nos gastos. O presidente falou também sobre enxugar as contas públicas vendendo algumas estatais e terceirizando outras.

“Há uma consciência no Brasil de que as reformas são vitais, o Brasil tem de dar certo. Se não, a esquerda vai voltar e não saberemos o destino do Brasil, talvez se torne mais parecido com o regime que temos na Venezuela”, finalizou o presidente.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade