Selecione a página

Ferroviária presta homenagem a Loyola Brandão

Escritor araraquarense recebeu uma camisa e deu o pontapé inicial do jogo de estreia na Série D

Ferroviária presta homenagem a Loyola Brandão

Carlos André de Souza

O jogo de estreia da Ferroviária no Campeonato Brasileiro da Série D foi marcado por uma homenagem na Fonte Luminosa. Antes do início da partida, o escritor araraquarense Ignácio de Loyola Brandão foi chamado ao campo, onde recebeu do presidente afeano Carlos Alberto Salmazo uma camisa da Locomotiva de número 11, referente ao número da cadeira que irá ocupar na Academia Brasileira de Letras. Os ex-jogadores Pio e Fogueira participaram da homenagem no gramado. O escritor foi aplaudido pelo público e agradeceu a homenagem.

Ele também se juntou ao time para a execução do hino nacional e também para a foto da equipe perfilada. Para encerrar a ocasião, Loyola também deu o pontapé inicial da partida. E foi ‘pé-quente’, já que o jogo terminou com a vitória do time araraquarense por 1 a 0 sobre o Joinville-SC por 1 a 0, com gol de Léo Castro.

Nascido em Araraquara em 1936, Ignácio de Loyola Brandão começou a carreira como jornalista e passou pelo jornal O Imparcial. Trabalhou no jornal Última Hora e passou por revistas como Claudia, Realidade, Setenta, Planeta, Ciência e Vida, Lui e Vogue. Em 2016, o escritor ganhou, pelo conjunto da sua obra, o Prêmio Machado de Assis, que foi entregue pela própria Academia Brasileira de Letras. Atualmente ele publica crônicas no jornal O Estado de São Paulo e artigos no jornal O Imparcial.

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade