Selecione a página

Ferroviária perde para o Tubarão e deixa o campo vaiada

Locomotiva volta a decepcionar a torcida e agora depende de um milagre para se classificar na Série D

Ferroviária perde para o Tubarão e deixa o campo vaiada

A Ferroviária ficou em uma situação muito complicada no Campeonato Brasileiro da Série D. O time grená voltou a perder para o Tubarão, dessa vez por 2 a 1, em jogo realizado na noite deste sábado na Fonte Luminosa, em Araraquara.
Com dois empates e duas derrotas, a equipe do técnico PC de Oliveira depende de um verdadeiro milagre para avançar à segunda fase, já que precisará vencer seus dois compromissos restantes e torcer por combinações de resultados.
A tabela de classificação apresenta o Tubarão na liderança com 12 pontos, seguido de Cianorte-PR (4), Ferroviária (2) e Novo Hamburgo (1), porém Novo Hamburgo e Cianorte ainda se enfrentarão nesta rodada, em jogo marcado para a próxima segunda-feira no Rio Grande do Sul.
A Ferroviária voltará a campo no próximo sábado, 19, às 19 horas, contra o Cianorte na Fonte Luminosa. A rodada que encerrará a primeira fase será realizada no dia 27, domingo, às 18 horas, quando a Ferroviária enfrentará o Novo Hamburgo.

O jogo
O primeiro lance de perigo do jogo ocorreu aos 5 minutos, quando a Ferroviária saiu em contra-ataque e Valber lançou Caio Mancha, que bateu da entrada da área e exigiu uma boa defesa do goleiro. Na sequência da jogada, a bola sobrou para Valber, que bateu rasteiro e a bola passou perto da trave.
Aos 9 foi a vez do Tubarão levar perigo com um chute de Vinicius Baiano, que parou na defesa do goleiro afeano Gabriel Leite. Aos 18, Caio Mancha aproveitou cruzamento em cobrança de escanteio e cabeceou perto do travessão.
O time visitante voltou a assustar aos 33, quando o ex-afeano Fio recebeu dentro da área, próximo à linha de fundo e tentou tocar por cima do goleiro, que conseguiu fazer a intervenção.
O Tubarão abriu o placar aos 45 minutos, quando o lateral esquerdo Jean cruzou na área, onde Daniel Pereira cabeceou no canto esquerdo de Gabriel Leite, que nada pôde fazer para evitar o gol: 1 a 0. No intervalo, torcedores protestaram e tiveram como alvos o técnico PC de Oliveira e o gestor Pedro Martins.
O segundo tempo começou agitado e logo aos 6 minutos o Tubarão assustou com uma bola cabeceada por Petterson, que tirou tinta do travessão. Um minuto depois, Caio Mancha cabeceou dentro da área e a bola passou à esquerda do gol.
Aos 14 minutos, o goleiro afeano Gabriel Leite operou um verdadeiro milagre. Ele espalmou um chute de Oliveira em seu canto esquerdo e no rebote Magno Alves completou de frente para o gol, mas parou no arqueiro, que encaixou no canto.
Aos 17, a Ferroviária igualou o marcador com Tom, que aproveitou boa jogada de Lucas Douglas para concluir com um belo chute no lado direito do goleiro: 1 a 1.
Mas a Locomotiva voltou a ver sua situação se complicar dois minutos depois, quando Vinicius Baiano recebeu passe pela direita e, dentro da área, bateu rasteiro no canto direito de Gabriel Leite para recolocar o Tubarão à frente no marcador: 2 a 1.
O Tubarão quase fez seu terceiro gol aos 28, quando Magno Alves recebeu de frente para o gol, mas parou em outra boa intervenção do goleiro afeano, que defendeu em seu canto esquerdo. Aos 33, Caio Mancha arriscou da entrada da área e obrigou o goleiro do time visitante a defender em dois tempos.
O Tubarão poderia ter feito mais um gol aos 48, quando Magno Alves recebeu dentro da área e bateu de primeira, mas a bola  passou por cima do gol. Final de jogo: 2 a 1 para o Tubarão e vaias da torcida para a Ferroviária na Fonte.

FICHA TÉCNICA
FERROVIÁRIA 2 x 1 TUBARÃO-SC
Local: Estádio da Fonte Luminosa, Araraquara.
Data/Horário: Sábado, 12 de maio, 19h.
Arbitragem: Luiz Paulo de Moura Pinheiro, auxiliado por Jackson Timóteo Lopes e Rodolfo Campos Ortiz Leite (MT).
Público: 1.083 pagantes.
Renda: R$ 12.620,00.
Cartões amarelos: Vinicius e Felipe Ferreira (Ferroviária); Vinicius Baiano e Fio (Tubarão).
Gols: Tom (17′ do 2T) para a Ferroviária; Daniel Pereira (45′ do 1T) e Vinicius Baiano (18′ do 2T) para o Tubarão.

FERROVIÁRIA – Gabriel Leite, Vinicius, Elton, Luan e Bruno Ré (Felipe Ferreira); Caíque, Mateus Cancian e Valber (Lucas Douglas); Gilsinho (Luís Henrique), Tom e Caio Mancha. Téc.: PC de Oliveira.
TUBARÃO – Júnior Belliato, Oliveira, Jailton, Petterson e Jean (Tsunami); Daniel Pereira, Guilherme Amorim (Gleson), Branquinho e Fio; Vinicius Baiano (Romarinho) e Magno Alves. Técnico: Waguinho Dias

Últimos Vídeos

Carregando...

Charge

Publicidade

Publicidade

Arquivos

Publicidade